ASSINE

Veja as companhias aéreas que cobram pela bagagem de mão

Algumas empresas com operação no Brasil passaram a liberar de forma gratuita apenas a bolsa ou mochila que cabem debaixo da cadeira. Para usar o bagageiro da cabine do avião, é preciso pagar

Publicado em 06/02/2020 às 09h14
Atualizado em 02/03/2020 às 12h09
Passageiros com bagagem no Aeroporto de Vitória. Crédito: Fernando Madeira/Arquivo
Passageiros com bagagem no Aeroporto de Vitória. Crédito: Fernando Madeira/Arquivo

Com a possibilidade das companhias aéreas cobrarem pela bagagem de mão embarcada, muitos consumidores passaram a se perguntar: e agora, todas as empresas vão proibir os passageiros de levarem a mala de mão de até 10 kg de graça? Para esclarecer essa dúvida, A Gazeta listou as empresas que já estão realizando a cobrança e as que não estão. 

Segundo a Resolução n° 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as empresas são obrigadas a permitir o embarque de uma bagagem de até de 10 kg, porém, não há delimitação do tipo de volume ou local onde deve ser alocada dentro da cabine. Ainda segundo a norma, qualquer item, além desse, poderá ser cobrado pelas empresas aéreas. O movimento de cobrança teve início com duas empresas low cost que oferecem viagem a um preço mais em conta, porém, o medo do consumidor é que "a moda pegue".

Por nota, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) apenas informou que "as suas associadas seguem as regras estabelecidas pela Anac, que preveem uma franquia (gratuidade) de 10 kg de bagagem de mão a bordo, conforme estabelece a Resolução 400 da Anac".

COMPANHIAS AÉREAS COM COBRANÇA DA MALA DE MÃO EMBARCADA

  1. 01

    Norwegian

    O passageiro que comprar bilhetes na tarifa LowFare (a mais barata) da norueguesa Norwegian, com rota entre Rio de Janeiro-Londres (Reino Unido), se quiser levar uma mala de mão terá que desembolsar entre US$ 5,50 (R$ 24) e US$ 10 (R$ 48). Nas demais classes tarifárias, os passageiros podem transportar uma bagagem de mão no tamanho padrão sem custo. As novas regras não valem para quem comprou passagens aéreas antes do dia 23 de janeiro.

  2. 02

    JetSmart

    Já quem decidir viajar pela JetSmart terá que desembolsar entre R$ 90 e R$ 190 para levar uma mala de mão a bordo. A empresa opera voos de Salvador (BA) e Foz do Iguaçu (PR) para Santiago (Chile) e, em março, deve começar a rota entre São Paulo e Santiago. As passagens da companhia dão direito a apenas uma mochila com tamanho máximo de 45 centímetros de altura, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade, pensando no máximo 10 quilos, para ser alocada embaixo do assento.

Empresas aéreas cobram para despachar bagagem. Crédito: Jan Vašek/Pixabay
Empresas aéreas cobram para despachar bagagem. Crédito: Jan Vašek/Pixabay

COMPANHIAS AÉREAS QUE NÃO COBRAM PELA BAGAGEM DE MÃO

  1. 01

    Azul

    A empresa informou por nota que não cobra por bagagens de mão. "Mas os clientes precisam se atentar às regras da companhia, que determinam que a mala ou mochila precisa ter 10 kg e até 55 cm de altura. Já o artigo pessoal, que também é gratuito, precisa ser colocado no assento à frente, tendo dimensões máximas de 45 cm de altura e 35 cm de largura."

  2. 02

    Latam

    A Latam Airlines Brasil informou que segue as regras da Anac para transporte de bagagem de mão. Para voos com origem ou destino no Brasil e dentro do país, o peso máximo é de 10 kg. As bagagens devem atender às medidas de 55 cm x 35 cm x 25 cm (altura x largura x espessura). "A Latam Airlines Brasil disponibiliza as informações sobre a sua política de bagagens em todos os canais de comunicação oficiais da companhia, incluindo o site", complementou por nota.

  3. 03

    Gol

    A Gol informou que não cobra e não tem planos de cobrar pelo transporte de mala de bordo. "Em virtude disso, a companhia continuará oferecendo ao cliente o benefício de levar, gratuitamente, uma bagagem de mão, com o volume de até 10 kg", afirmou por nota.

  4. 04

    American Airlines

    A American Airlines companhia que tem voos internacionais determina tamanho e peso para bagagem de mão que vai a bordo e para a bagagem de porão que será despachada. Para os voos que saem do Brasil é permitido uma bagagem de mão com até 56x36x23 cm mais um item pessoal de até 45x35x20cm sem custo adicional.

  5. 05

    Air Canadá

    A aérea permite uma mala de mão (55x23x40cm) e um item pessoal (33x16x43cm) a bordo gratuitamente. Além da franquia de bagagem também são permitidos casacos, bolsa pequena (não superior a 25x30x14cm), saco de fraldas, carrinho de bebê, assento para crianças. 

  6. 06

    Emirates

    A Emiretes permite que o passageiro leve uma mala de até 7kg na cabine, no caso da classe econômica, gratuitamente. As dimensões da bagagem de mão não devem exceder 55x38x20 cm. Já na classe executiva e na primeira classe é permitido levar uma bagagem de mão nas mesmas condição, além de uma pasta ou porta terno de até 7kg. 

  7. 07

    Aerolineas Argentinas

    A Aerolineas Argentinas permite que você leve uma bagagem de mão de até 25x35x55cm mais um artigo pessoal de até 15x30x40 cm. A bagagem de mão, na classe Turista precisa ter até 8kg, já nas demais classes até 10kg. Já o artigo pessoal pode pesar até 3kg.

A Gazeta integra o

Saiba mais
ANAC Aviação franquia de bagagem

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.