Por coronavírus, voos são cancelados no Aeroporto de Vitória

Companhias suspenderam algumas viagens para Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Veja voos afetados e como remarcar ou cancelar bilhetes

Publicado em 17/03/2020 às 17h52
Atualizado em 17/03/2020 às 18h11
Fachada do Aeroporto de Vitória: cancelamento de voos por causa do coronavírus. Crédito: Carlos Alberto Silva
Fachada do Aeroporto de Vitória: cancelamento de voos por causa do coronavírus. Crédito: Carlos Alberto Silva

Ao menos sete voos com partida ou chegada no Aeroporto de Vitória foram cancelados nesta terça-feira (17).  Em função da queda na demanda por conta da crise do coronavírus, as companhias aéreas Azul, Gol e Latam cancelaram rotas que ligam a Capital do Espírito Santo ao Rio de Janeiro e a Belo Horizonte.

As medidas fazem parte de um pacote de suspensão parcial da oferta de rotas por parte das companhias aéreas em todo Brasil, que afeta tanto voos internacionais quanto domésticos, numa tentativa de reduzir os prejuízos de operações com aviões quase vazios durante o surto.

Foram cancelados os seguintes voos no Aeroporto de Vitória nesta terça:

  • Gol 2153: Vitória - Galeão (RJ) / 6h30
  • Azul 2525: Vitória - Confins (MG) / 9h40
  • Latam 3187: Vitória - Santos Dumont (RJ) / 10h
  • Azul 4442: Vitória  - Confins (MG) / 13h05
  • Azul 4218: Confins (MG) - Vitória / 14h35
  • Gol 2160: Galeão (RJ) - Vitória / 18h45
  • Gol 2161: Vitória - Galeão (RJ)  / 19h15

Até segunda (16), não havia nenhuma previsão de cancelamentos de voos para o Eurico de Aguiar Salles. Porém, segundo as companhias, as suspensões devem ser avaliadas diariamente, de acordo com a demanda. Ou seja, a tendência é que o número de cancelamentos no terminal capixaba cresça nos próximos dias.

O QUE FAZER EM CASO DE CANCELAMENTO DE VOO POR CAUSA DO CORONAVÍRUS

Cada companhia tem adotado regras específicas para remarcação de bilhetes e reembolso. A Azul informou que clientes com voos domésticos previstos para data de até 30 de setembro de 2020 poderão alterar ou cancelar seu voo sem taxas. No caso de cancelamento, o valor pago ficará como crédito na companhia para compras futuras de até 1 ano.

A Gol permitirá, para clientes com voos nacionais e internacionais marcados para até 14 de maio, o cancelamento com crédito ou com reembolso sem taxa a depender da tarifa escolhida. Quem preferir poderá remarcar a viagem para qualquer período dentro de 330 dias, a contar da data da compra. A taxa de remarcação não será cobrada.

Já a Latam informou três opções: remarcar a data de viagem para o mesmo destino a custo zero para datas até 31 de dezembro sem multa, crédito para viagens futuras para quem optar por não embarcar em voos comprados até 31 de março, ou crédito futuro para quem tem viagens a partir de 1º de abril mas não sabe ainda para qual nova data quer marcar o voo.

Aeroporto de Vitória Coronavírus Aviação Coronavírus no ES

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.