ASSINE

Plataforma da Petrobras chega este mês ao ES para ter construção finalizada

Casco do navio-plataforma P-71 saiu em dezembro da China rumo ao Estaleiro Jurong Aracruz. Vagas de emprego devem ser abertas

Publicado em 04/03/2020 às 17h44
Atualizado em 05/03/2020 às 19h55
P-71 deixou o estaleiro chinês em dezembro e vem sendo transportada por rebocadores para o ES. Crédito: CIMC Raffles/Divulgação
P-71 deixou o estaleiro chinês em dezembro e vem sendo transportada por rebocadores para o ES. Crédito: CIMC Raffles/Divulgação

O casco de um novo navio-plataforma da Petrobras chegará este mês ao Espírito Santo para ter a construção finalizada no Estaleiro Jurong Aracruz (EJA). A FPSO (sigla em inglês de unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo) deixou em dezembro o estaleiro CIMC Raffles, na China.

A confirmação da chegada da P-71 a Aracruz ainda em março foi dada pela Petrobras a A Gazeta. O estaleiro localizado no Espírito Santo fará a construção e a montagem dos módulos, que são o conjunto de equipamentos e válvulas responsáveis pela operação da plataforma. O trabalho no EJA deve durar cerca de um ano e meio.

A construção inicial, feita na China, foi concluída em 3 de dezembro e aprovada pela Petrobras, segundo informações do estaleiro chinês. Após isso, o navio iniciou o trajeto rumo ao Brasil. O tempo de transporte de cerca de três meses se dá porque a FPSO está sendo conduzida por rebocadores oceânicos.

Quando o contrato foi firmado, em 2018, a Petrobras informou que a construção do casco, que é a primeira fase do projeto, ficaria por conta da empresa chinesa. Isso porque, no momento da licitação, não foram identificados no Brasil estaleiros com capacidade de atender a demanda de construir um casco deste porte.

Estaleiro Jurong em Aracruz deve abrir vagas de emprego para atender a finalização da P-71. Crédito: Divulgação/Jurong
Estaleiro Jurong em Aracruz deve abrir vagas de emprego para atender a finalização da P-71. Crédito: Divulgação/Jurong

A plataforma, quando pronta, será instalada no campo de Sururu, na Bacia de Santos, no litoral sul do Rio de Janeiro. No entanto, seu processo de montagem, segundo especialistas, deve consolidar a indústria naval capixaba, gerando e mantendo empregos no Espírito Santo, além de representar a continuidade das operações do estaleiro de Singapura no Estado.

VAGAS DE EMPREGO NA JURONG

O Estaleiro Jurong Aracruz não informou os números de empregos que serão criados com a nova atividade, mas afirmou que tem o objetivo de "encontrar um equilíbrio entre nossos volumes de trabalho e o máximo de oportunidades de trabalho local disponíveis que possamos oferecer".

As vagas, quando abertas, serão divulgadas no Sine de Aracruz e no site da empresa www.jurong.com.br

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.