ASSINE

Papo de Colunista - BR 262: uma rodovia que agoniza

Principal ligação rodoviária entre Minas Gerais e Espírito Santo praticamente entrou em colapso com as últimas chuvas. Os perigos na  na rodovia continuam, ameaçando a mobilidade humana, a economia e o turismo do ES

Publicado em 28/11/2019 às 05h00
Atualizado em 23/01/2020 às 14h51

As chuvas neste mês de novembro praticamente levaram a BR 262 ao colapso, principalmente a Região Serrana do Estado. Buracos enormes, alagamentos, quedas de barreiras, interrupção de pistas, a principal ligação rodoviária entre Minas Gerais e o Espírito Santo sofre com o descaso 50 anos depois de ser inaugurada.

O perigo continua. Por falta de recursos, o DNIT-ES admite que só pode fazer pequenas intervenções na pista. Muito pouco para o possível cenário de interrupção total da via, por um tempo que não dá para mensurar, se as chuvas previstas para este final de ano realmente se confirmarem. Alguns trechos, como o de Viana a Domingos Martins, ameaçam literalmente desabar.

Neste caso, seria o caos total. A mobilidade humana estaria seriamente comprometida. O morador de Campinho, em Domingos Martins, por exemplo, que percorre cerca de 45 quilômetros para chegar a Vitória, levaria três vezes mais pela BR 101, na altura de Alfredo Chaves. O agroturismo ficaria paralisado, o turismo de verão teria seu fluxo drasticamente diminuído. O prejuízo para o ES seria imenso.

Papo de Colunista: os perigos para quem trafega pela BR 262. Crédito: Marcelo Franco
Papo de Colunista: os perigos para quem trafega pela BR 262. Crédito: Marcelo Franco

A aposta a longo prazo é que a 262 seja levada a concessão. Mas até isso é incerto. Aliás, na primeira vez, o processo de licitação fracassou. O que será feito, então?

Ouvindo o nosso podcast desta semana, você encontra as respostas para essas e outras questões.

> Você também pode ouvir o podcast no Spotify e em outras plataformas digitais. Basta procurar por Papo de Colunista.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.