ASSINE

Gigante da alimentação compra startups capixabas Shipp e Zaitt

As operações fazem parte de um orçamento de R$ 20 milhões que o grupo pretende destinar a startups esse ano

Publicado em 27/01/2020 às 17h29
Atualizado em 28/01/2020 às 19h47
Loja autônoma da Zaitt, em São Paulo. O negócio teve início em Vitória. Crédito: Zaitt/Divulgação
Loja autônoma da Zaitt, em São Paulo. O negócio teve início em Vitória. Crédito: Zaitt/Divulgação

A Sapore, uma das maiores empresas de refeições coletivas do país comprou o controle acionário de três startups, duas delas capixabas. Segundo o jornal Valor Econômico, a Shipp, que fornece serviços de entregas por aplicativo, e a Zaitt, que tem uma rede de lojas autônomas, foram adquiridas pela Abanzai, holding que controla a Sapore e outras seis empresas. Também houve a aquisição da Lucco Fit, de comida saudável.

De acordo com a publicação, os valores envolvidos na transação não foram revelados, mas as operações fazem parte de um orçamento de R$ 20 milhões que o grupo pretende destinar a startups esse ano.

A Zaitt foi criada em 2017 e conta com três lojas automatizadas, ou seja, onde o consumidor escolhe e paga sozinho as compras. Duas unidades ficam em São Paulo e uma na Praia do Canto, em Vitória. De acordo com o Valor, a marca planeja abrir mais três pontos ainda no primeiro trimestre de 2019.

Rodrigo Miranda, empresário e fundador da Zaitt e da Shipp . Crédito: André Tomasi/Divulgação
Rodrigo Miranda, empresário e fundador da Zaitt e da Shipp . Crédito: André Tomasi/Divulgação

Já a Shipp tem 80% da receita concentrada no serviço de entrega de comida. Segundo Rodrigo Miranda, cofundador das duas startups, a aquisição permitirá oferecer mais benefícios aos restaurantes parceiros. O serviço está disponível em oito cidades do país.

"Ter uma companhia como a Sapore e um empreendedor fora da curva como Daniel Mendez ao nosso lado é, sem dúvida, um grande marco em nossa trajetória", afirmou Miranda em nota.

Por meio de nota, as empresas informaram que continuam tendo gestões independentes e com autonomia. Os fundadores continuam como diretores. A principal alteração é a entrada da Sapore no conselho consultivo.

Desde 2017, a Sapore já adquiriu controle de quatro outras empresas, investindo R$ 20 milhões. Em entrevista ao Valor,  Daniel Mendez, fundador e presidente da empresa, afirmou que a companhia fez vários ajustes internos para trabalhar com as startups, como reduzir o prazo de pagamento pelos serviços contratados, criar processos de aprovação mais rápidos e montar uma área de inovação e venture capital.  

Atualmente a Sapore possui cerca de 1.300 restaurantes corporativos, servindo mais de 1,3 milhão de refeições por dia, e conta com mais de 16 mil colaboradores em todo o Brasil.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.