ASSINE

Após venda, capixaba diz que continua à frente da Shipp e da Zaitt

Mesmo continuando no comando das empresas, Rodrigo Miranda informou que as duas startups vão passar por uma revisão de estratégia - que, não necessariamente, vai representar um aumento no número de lojas ou Estados atendidos

Publicado em 28/01/2020 às 19h41
Fachada de uma das lojas da Zaitt. Empresa foi vendida para a Sapore, gigante do setor de alimentação. Crédito: Divulgação
Fachada de uma das lojas da Zaitt. Empresa foi vendida para a Sapore, gigante do setor de alimentação. Crédito: Divulgação

O empresário capixaba Rodrigo Miranda, cofundador das startups Shipp e Zaitt, disse que vai continuar à frente das empresas mesmo após a negociação feita com a Sapore - uma das maiores companhias de refeições coletivas do país. O anúncio da transação foi feito na tarde desta segunda-feira (27).

Em entrevista para A Gazeta, o empresario disse que continua como presidente das startups. “Foi uma venda de participação majoritária. Eles têm o controle acionário da empresa, mas eu e meus sócios continuamos à frente do negócio. Eu como presidente, controlando a parte operacional e a Sapore entrando com um assento no conselho e partes mais ligadas à estratégia”, revelou.

Os envolvidos não informaram qual percentual da empresa foi negociado nem o valor da transação. De acordo informações do jornal Valor Econômico, as operações fazem parte de um orçamento de R$ 20 milhões que o grupo pretendia destinar a startups neste ano.

“A Sapore tem um know-how imenso no varejo de alimentação imenso, mas no dia a dia não vai ter nenhum executivo deles no nosso corpo executivo. A gente continua com autonomia”, garantiu.

Mesmo continuando à frente das empresas, Rodrigo Miranda informou que tanto a Shipp quanto a Zaitt vão passar por uma revisão de estratégia - que, não necessariamente, vai representar um aumento no número de lojas ou Estados atendidos.

“Vai ser feita uma revisão total de estratégia, revisão do modelo de negócios, revisão de como vamos capturar a sinergia com a Sapore e de como vamos ajudar a Sapore no seu crescimento. A gente não corre uma corrida de 100 metros, mas uma maratona, então não tem essa afobação de querer mudar tudo”, destaca o cofundador da Shipp e da Zaitt.

“NAMORO” COMEÇOU HÁ 10 MESES

Natural de Guarapari, Miranda disse que as conversas com Daniel Mendez, o uruguaio que é fundador e presidente da Sapore, começaram há cerca de 10 meses - em abril do ano passado. “A gente percebeu bastante sinergia - não na visão de negócios, mas também nos valores que acreditamos para o futuro”, conta o capixaba sobre o início das negociações.

O tempo, segundo Rodrigo Miranda, foi necessário para adequar a linguagem e a interface entre as empresas - uma gigante do setor e duas startups. “Agora a gente tem uma empresa de 17 mil funcionários ao nosso lado. Uma empresa que tem um know-how imenso na alimentação em varejo e que serve 1,3 milhão de pessoas todos os dias no Brasil. Vai ser uma relação de troca muito grande e a gente tem que fazer da maneira mais responsável possível”, garantiu Rodrigo Miranda.

A Zaitt foi criada em 2017 e conta com três lojas automatizadas, ou seja, onde o consumidor escolhe e paga sozinho as compras. Duas unidades ficam em São Paulo e uma na Praia do Canto, em Vitória. De acordo com o Valor, a marca planeja abrir mais três pontos ainda no primeiro trimestre de 2019.

Já a Shipp tem 80% da receita concentrada no serviço de entrega de comida. Segundo Rodrigo Miranda, cofundador das duas startups, a aquisição permitirá oferecer mais benefícios aos restaurantes parceiros. O serviço está disponível em oito cidades do país.

Agora, ambas empresas estão sob o guarda-chuva da Sapore, multinacional que possui cerca de 1.300 restaurantes.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.