ASSINE

Rodrigo Miranda: "Nosso negócio é produzir tecnologia para o varejo"

Fundador da primeira loja autônoma do Estado e de aplicativo de delivery diz que inovações têm feito as duas startups faturarem 7 dígitos por mês

Publicado em 26/07/2019 às 22h46
Atualizado em 06/04/2020 às 17h23

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.