ASSINE

ES cria 9.228 empregos com carteira assinada em outubro

Comércio, serviço e indústria foram os setores que mais contrataram. Serra foi o município que registrou o maior saldo positivo nas contratações, com 3.355 novos postos de trabalho no ano

Publicado em 26/11/2020 às 12h28
Atualizado em 26/11/2020 às 16h24
Carteira de Trabalho e previdência social
Espírito Santo demonstra recuperação com a geração de novos empregos com carteira assinada. Crédito: Fernando Madeira

Espírito Santo abriu 9.228 novos postos de trabalho em outubro, uma alta de 1,28% em relação ao mês de setembro. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia nesta quinta-feira (26), o Estado registrou 30.981 admissões e 21.753 desligamentos no último mês.

Em todo o Brasil, o saldo entre contratações e demissões no mercado formal de trabalho também ficou positivo em 394.989 em outubro. O resultado, conforme informações do governo, é o melhor para o mês de outubro desde 1992, início da série histórica da pesquisa. Esse foi o quarto mês positivo de criação de empregos com carteira assinada, conforme os dados oficiais.

No acumulado do ano, o Estado registra um saldo negativo de 2.528, uma queda de 0,35%, referente a 240.076 desligamentos contra 237.548 admissões. O Espírito Santo vem demonstrando uma recuperação dos empregos nos últimos meses. Em setembro, o saldo ficou em 6.982, enquanto que em agosto 6.166 e em julho, 2.005. O último fechamento negativo foi registrado em junho, com 216 postos de trabalho a menos.

O Caged contabiliza apenas trabalhadores com carteira assinada. O saldo do emprego equivale ao número de pessoas contratadas menos o número de demissões. 

Entre os setores que registraram o maior volume de contratações, o destaque para o comércio, com 2.999 contratações. Já os serviços foram responsáveis por 2.890 novos postos de trabalho e a indústria, com 1.898. A construção civil gerou em 1.478 empregos em outubro. Somente o setor de agronegócio registrou saldo negativo nas contratações.

Serra foi a cidade que mais abriu emprego em outubro. O saldo ficou em 2.209, o maior de todo o Estado. Os demais municípios da Grande Vitória também abriram mais vagas do que fecharam. Vitória teve saldo de 1.293, Vila Velha de 837, Cariacica de 723; e Viana fechou o mês com 269 novos empregos.

Apenas 12 dos 78 municípios do Estado não tiveram saldo de emprego positivo no mês passado. A maior queda ocorreu em Laranja da Terra com 10 demissões a mais do que contratações.

Correção

26 de Novembro de 2020 às 16:21

Uma versão anterior deste texto afirmava erroneamente que a Serra criou 3.355 empregos em outubro e que Vitória e Vila Velha teriam saldos negativos de 2.998 e 2.042, respectivamente. Os números, na verdade, correspondem ao saldo acumulado no ano. A Serra criou em outubro 2.209 vagas. Vitória e Vila Velha tiveram saldos positivos de 1.293 e  837 vagas. A informação foi corrigida.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.