ASSINE

Empresas de TI do ES vão disputar recursos de fundos de investimento

Dezenove companhias do setor vão participar de rodada de negócios para receber aportes financeiros e assim ter oportunidade de expandir seus negócios

Publicado em 28/06/2021 às 13h29
Findeslab da Findes, na Reta da Penha, é um espaço de inovação
Findeslab da Findes, na Reta da Penha, é um espaço de inovação. Crédito: Fernando Madeira

Dezenove empresas do setor de tecnologia no Espírito Santo vão participar de uma rodada de negócios para disputar recursos financeiros para o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores no Estado. 

Será o primeiro evento desse tipo focado em empresas desse segmentos. As empresas vão apresentar seus potenciais aos gestores de Fundos de Investimentos em Participação (FIP) que estão na carteira do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) e que somam quase R$ 1 bilhão em patrimônio líquido.

O evento, que será realizado nos dias 29 e 30 de julho, a partir das 16 h, no auditório da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), marca a segunda etapa do programa.

Os negócios selecionados para a rodada participaram do Programa de Preparação de Empresas de Tecnologia da Informação da Act!on, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

A execução é do curso ficou a cargo da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), com recursos transferidos pela Fapes.

"Percebemos que as empresas capixabas estavam produzindo excelentes e inovadores produtos, com potencial para ganhar o Brasil e o mundo, mas que precisavam se preparar para receber investimentos, entendendo as exigências e consequências desses processos”, destaca Emílio Augusto Barbosa, diretor-presidente da Act!on.

Após a rodada de negócios, cinco empresas com as melhores apresentações vão ser escolhidas para participar de uma terceira fase do programa, com a participação de fundos de investimentos de todo o Brasil.

Superintendente do IEL-ES, Rodrigo Teixeira enfatiza que o programa vai contribuir com a geração de novos negócios no Espírito Santo. “Todos as empresas, participantes desta primeira turma, passaram por um processo de seleção e apresentam novas soluções tecnológicas com grande potencial de crescimento".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.