ASSINE

Startup do ES assina contrato com a Petrobras para oferecer tecnologia 3D

Empresa Mogai vai receber meio milhão de reais para oferecer sistema para monitorar corrosão e situação da pintura das plataformas

Publicado em 26/02/2021 às 10h13
Atualizado em 26/02/2021 às 10h22
Mogai assina contrato com a Petrobras e Sebrae
Franco Machado, da Mogai, e Sebrae assinam contrato com a Petrobras. Crédito: Mogai/Divulgação

Com um projeto de tecnologia 3D que permite monitorar a corrosão de plataformas e gerenciar as pinturas das embarcações, a startup capixaba Mogai Tecnologia conseguiu um contrato de meio milhão de reais com a Petrobras. A empresa do Espírito Santo assinou o acordo com a petroleira e vai começar a executar os serviços.

A tecnologia desenvolvida pela microempresa do Estado é uma espécie de câmera, desenvolvida inicialmente com foco na operação em indústrias de transformação e em mineradoras, medindo a quantidade de minério, grãos e outros.

No caso do modelo adaptado para a Petrobras, o sistema poderá ser aplicado em soluções de análise de corrosão, inspeção visual, entre outros, aumentando assim a eficiência no planejamento das intervenções em campo.

A Mogai está entre as dezoito startups brasileiras selecionadas no II edital do programa Petrobras Conexões para Inovação – Módulo Startups, em parceria com o Sebrae.

A Mogai atua no setor da inovação e tecnologia desde 1997 e disputou a seleção com mais de 300 empresas inscritas em todo o país.

Além do valor de R$ 500 que receberá neste ano para aplicar no desenvolvimento de uma solução na área de corrosão, a empresa de tecnologia terá assessoria da Petrobras e do Sebrae para que a solução tenha os benefícios comprovados e modelos de negócios que garantam a geração de valor no curto prazo e inserção competitiva no mercado.

Segundo o CEO da Mogai Tecnologia, Franco Machado, a seleção do edital foi criteriosa. “Ficamos muito felizes e orgulhosos com essa conquista. Passamos por várias etapas neste edital, que recebeu a inscrição de quase 370 projetos. A seleção é muito qualificada e tivemos um apoio muito importante do Sebrae para conquistar esse resultado”, explica.

Franco Machado também destaca a importância de as empresas trabalharem a cultura da inovação constantemente para, assim, terem resultados positivos em editais como este. “É preciso pensar em inovação no dia a dia. O empresário não pode esperar um edital ser aberto, por exemplo, para pensar no projeto. É importante já estar preparado, trabalhando sua ideia e, assim, quando encontrar um edital que busque algo parecido com seu projeto, você pode submetê-lo e ter mais chances de sucesso”, garante o empresário.

Para os projetos finalizados com sucesso, a Petrobras vai viabilizar a continuidade do seu desenvolvimento, com a implantação e testes em campo de um lote piloto ou serviço pioneiro.

De acordo com o diretor técnico do Sebrae/ES, Luiz Toniato, ter uma empresa capixaba entre as selecionadas é motivo de comemoração, mas o resultado pode ainda ser melhor. “O Sebrae atua fortemente junto ao Fórum de Petróleo e Gás, em parceria com a Findes para produzir avanços junto às empresas que participam da cadeia de petróleo e gás, principalmente no tema inovação", disse.

Ele acrescentou ainda: "Sabemos que as empresas capixabas podem mais. A expectativa é que muitas outras possam se preparar e submeter seus projetos de inovação nesse programa que, neste ano lançará mais um edital. O Sebrae seguirá incentivando a participação de empresas capixabas, oferecendo todo apoio necessário”, afirma o diretor.

Com informações da assessoria da Mogai.

Petrobras Sebrae Startup

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.