ASSINE

Petrobras vai investir R$ 500 mil em tecnologia 3D de startup do ES

Projeto da Mogai, que criou uma câmera diferente, vai ajudar a monitorar a corrosão das plataformas e gerenciar a pintura nas embarcações da petroleira

Publicado em 19/11/2020 às 11h21
Atualizado em 19/11/2020 às 12h23
Plataforma da Petrobras - P 70 - que produz gás natural
Plataforma da Petrobras - P 70 - que produz gás natural. Crédito: Agência Petrobras

Para se tornar mais inovadoras, indústrias com atuação no Espírito Santo estão se unindo a startups. Foi o que fez a Petrobras. A empresa selecionou a capixaba Mogai, entre outras 17 empresas do país, para participar de um programa de inovação em parceria com o Sebrae, a fim de desenvolver soluções que melhorem seus processos produtivos.

As empresas receberão investimentos no total de R$ 10 milhões, que serão divididos entre elas e aplicados no desenvolvimento de soluções para a companhia, nas áreas de tecnologias digitais, robótica, eficiência energética, corrosão, redução de carbono, modelagem geológica e tecnologias de inspeção. Inicialmente, cada empresa receberá R$ 500 mil.

A Mogai, especificamente, apresentou um projeto de tecnologia 3D para monitorar a corrosão das plataformas e gerenciar a pintura nas embarcações da empresa. Segundo o CEO da Mogai, Franco Machado, trata-se de uma espécie de câmera 3D, desenvolvida inicialmente com foco na operação em indústrias de transformação e em mineradoras, medindo a quantidade de minério, grãos e outros.

“Ela cria uma imagem diferente da foto em 2D que estamos acostumados, mas um modelo 3D com as dimensões reais do que está fotografando. É uma tecnologia com diversas aplicações, e vendemos para diversas indústrias, com adaptações para cada caso.”

Franco Machado, CEO da Mogai
CEO da Mogai, Franco Machado. Crédito: Acervo pessoal

No caso do modelo adaptado para a Petrobras, o sistema poderá ser aplicado em soluções de análise de corrosão, inspeção visual, entre outros, aumentando assim a eficiência no planejamento das intervenções em campo.

"Interagir com startups é uma experiência transformadora, que nos conecta às inúmeras iniciativas para a aceleração da inovação na companhia. Estamos abertos às ideias inovadoras capazes de gerar valor para o nosso negócio e oferecer soluções ágeis para as demandas do setor”, afirma o diretor de Transformação Digital e Inovação da companhia, Nicolás Simone.

Para os projetos finalizados com sucesso, a Petrobras buscará viabilizar a continuidade do seu desenvolvimento, com a implantação e testes em campo de um lote piloto ou serviço pioneiro.

CONFIRA AS EMPRESAS SELECIONADAS

Petrobras Sebrae Startup

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.