ASSINE

Bancos reduzem taxas de juros após novo corte da Selic

Vai ficar mais barato pegar financiamentos e contratar crédito após o corte da taxa básica de juros nesta quarta (05). Entre os bancos que revisaram as taxas estão Banestes e Banco do Brasil

Publicado em 05/02/2020 às 19h52
Atualizado em 05/02/2020 às 20h33
Dinheiro: bancos reduzem taxas com corte da Selic. Crédito: Pixabay
Dinheiro: bancos reduzem taxas com corte da Selic. Crédito: Pixabay

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu reduzir, nesta quarta-feira (05), a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual. Com isso, a Selic chegou a 4,25%. Algumas das principais instituições financeiras do país e do Espírito Santo vão repassar esse corte para os consumidores e vai ficar mais barato contrair empréstimos e realizar financiamentos. Veja abaixo as mudanças anunciadas em alguns bancos:

BANCO DO BRASIL

O Banco do Brasil vai reduzir as taxas de juros em linhas de crédito para o varejo das pessoas física e jurídica, além do crédito imobiliário. As novas condições entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (10).
Linhas com garantias:

  • As linhas de home equity (BB Crédito Imóvel Próprio) e Crédito Estruturado (com garantias de recursos internalizados), passarão a ter taxas mínimas a partir de 0,94% ao mês e de 1,20% ao mês; ante os 1,30 % e 1,38% ao mês cobradas anteriormente no menor patamar, respectivamente.
Empresas
  • As linhas Desconto de Cheques, Desconto de Títulos e antecipação de crédito ao lojista (ACL), passarão a contar com taxas a partir de 1,19%, 0,93% e 0,88% ao mês, respectivamente. As taxas atuais eram de 1,23% (Desconto de Cheques, 1,04% (Desconto de Títulos) e de 0,94% ao mês para o ACL. Já para as linhas de capital de giro a taxa mínima passará de 1,22% ao mês para 1,12% ao mês, no patamar mínimo. Alteração também vale para a Conta Garantida, que passará a ter taxa mínima de 2,27% ao mês (ante os atuais 2,36%).
Crédito imobiliário
  • A aquisição de imóveis nas linhas Carteira Hipotecária e Sistema Financeiro da Habitação (SFH) terão juros reduzidos de 7,20% ao ano para taxas a partir de 6,99% ao ano. As novas condições flutuam de acordo com o prazo da operação e o perfil do cliente.

BANESTES

Os cortes chegam aos créditos consignado e pessoal, além do financiamento de veículos. Essa é a primeira redução deste ano. As novas taxas começam a ser operadas a partir desta sexta-feira (06). A definição das taxas é feita de acordo com o perfil do cliente.
Crédito consignado para servidor público estadual

  • A modalidade teve redução de 0,10 ponto percentual. A taxa mínima foi reduzida de 0,95% para a partir de 0,85% ao mês. Esse valor é válido para as novas operações.
Consignado
  • O crédito pessoal caiu de 1,35% para a partir de 1,30% ao mês, uma das menores taxas do mercado. O financiamento para veículos também está com taxas mais atrativas. Saíram dos atuais 0,80% para a partir de 0,78% ao mês.
Financiamento imobiliário
  • Na linha de financiamento imobiliário para pessoa física, a taxa mínima continua em 6,65%, na aquisição pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Esse financiamento permite a utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). É uma das melhores taxas de mercado.

ITAÚ UNIBANCO

O Itaú Unibanco vai repassar integralmente aos seus clientes o corte de 0,25 ponto na taxa básica de juros (Selic). Para as pessoas físicas, a redução será realizada no empréstimo pessoal, enquanto que para empresas, na linha de capital de giro. O novos juros passam a valer a partir da próxima segunda-feira (10), e as taxas variam de acordo com o perfil do cliente e relacionamento com o Itaú.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.