ASSINE

586 mil aposentados do INSS no ES recebem 13° salário em maio e junho

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou decreto que antecipa o abono, injetando R$ 52,7 bilhões na economia do país

Publicado em 05/05/2021 às 09h42
Agência do INSS em Vitória
Agência do INSS em Vitória. Crédito: Carlos Alberto Silva

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou o decreto que antecipa o pagamento do 13° benefício dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em função da continuidade da pandemia do novo coronavírusComo já mostrou A Gazeta, a antecipação beneficia 31 milhões de pessoas em todo o país, dentre as quais, 586 mil no Espírito Santo.

As parcelas serão pagas conforme o calendário em que são creditados os benefícios como aposentadorias, pensões e auxílios-doença. O pagamento ocorrerá em duas parcelas. A primeira, correspondente a 50% do benefício devido no mês de maio de 2021, será paga entre 25 de maio e 8 de junho. 

A segunda parcela será paga juntamente com os benefícios da competência do mês de junho de 2021, entre 24 de junho e 7 de julho. O decreto com a alteração foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (5).

​Segundo o Ministério da Economia, a medida tem por objetivo incrementar a renda dos beneficiários que fazem jus ao abono, injetando R$ 52,7 bilhões na economia do país e favorecendo o processo de recuperação econômica após o impacto da pandemia do novo coronavírus.

A antecipação do 13º do INSS é uma das medidas que o governo pretende adotar para enfrentar os efeitos econômicos provocados pelo agravamento da pandemia de Covid-19 em 2021.

“A grande maioria dos beneficiários da Previdência Social são pessoas idosas, doentes ou inválidas, portanto integrantes dos grupos mais vulneráveis ao coronavírus, que terão, por meio da medida, maior segurança financeira neste momento delicado para a saúde e a economia”, disse o Planalto, em nota.

Embora a antecipação estivesse nos planos do Ministério da Economia desde o primeiro trimestre, a efetivação dessa e de outras medidas anticrise só se tornou viável após um acordo fechado entre governo e Congresso para a aprovação do Orçamento de 2021.​

*Com informações da Agência Folhapress

A Gazeta integra o

Saiba mais
Aposentadoria INSS dinheiro

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.