ASSINE

Jovem de Laranja da Terra desaparece após pegar carona para Cariacica

Danrley Gonçalves Teixeira teria embarcado apenas com a roupa do corpo e levado carteira com documentos, sem dinheiro ou cartões de crédito

Vitória
Publicado em 06/11/2020 às 16h26
Atualizado em 06/11/2020 às 19h39
Trabalhador rural de Laranja da Terra
Rapaz desaparece após pegar carona . Crédito: Arquivo Pessoal

Um trabalhador rural de 25 anos, morador de Laranja da Terra, município localizado no Noroeste do Estado, desapareceu no último dia 22 de outubro, após ter ido de carona para Cariacica, município da Grande Vitória. Danrley Gonçalves Teixeira teria embarcado apenas com a roupa do corpo e levado carteira com documentos, sem dinheiro ou cartões de crédito.

De acordo com a mãe do jovem, Maria Madalena Gonçalves Matedi, de 55 anos, o filho estava enfrentando um momento de depressão e vinha fazendo acompanhamento psiquiátrico desde julho. Ela acrescentou ainda que Danrley fazia uso de drogas. "Ele havia se separado recentemente, depois de várias tentativas com a esposa, e tem dois filhos", contou.

Angustiada, Maria Madalena seguiu nesta quinta-feira (05) para Cariacica, para tentar encontrar o filho às proximidades do Ceasa. "Registrei a ocorrência na delegacia de Laranja da Terra. Estamos sem contato com ele desde o dia 26, já que nesse dia ele mandou mensagem para o irmão, pedindo para não se preocupar. Mas ele nunca tinha desaparecido, só mandou a mensagem para o irmão dizendo que estava bem, que ia refrescar a cabeça, mas logo desligou o celular. Ele tem uns amigos por aqui, mas eu não conheço. Na Ceasa mostrei a foto dele e informaram que o viram no morro da Gama, então fomos lá e colocamos cartazes", acrescentou.

Trabalhador rural de Laranja da Terra
Danrley Gonçalves Teixeira teria embarcado apenas com a roupa do corpo. Crédito: Arquivo Pessoal

Demandada pela reportagem, a Polícia Civil confirmou que o comunicado do desaparecimento do homem foi realizado na Delegacia de Polícia de Laranja da Terra, nessa terça-feira (03), porém até o momento ele não foi localizado. Em nota, a PC mencionou que informações que possam auxiliar no trabalho de investigação de pessoas desaparecidas podem ser passadas de forma sigilosa por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, em que é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas. Também é possível passar informações diretamente à equipe de investigação da DEPD pelo telefone (27) 3137-9065, ou indo pessoalmente à unidade.

Ainda segundo a PC, a família do desaparecido não é obrigada a fazer buscas por conta própria, entretanto, a atuação ativa da família contribui diretamente para o êxito das buscas, haja vista ser a rica fonte para onde, naturalmente, as informações acabam convergindo.

Caso alguém tenha informações que possam auxiliar nas buscas, também é possível entrar em contato pelo número (27) 99807-9619.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.