ASSINE

Vizinhos ajudaram a resgatar moradores de prédio atingido por incêndio na Praia do Canto

A ajuda também veio de prédios ao lado, onde moradores jogavam água com mangueiras de incêndio em direção ao andar que tinha o apartamento em chamas. Uma criança de 4 anos morreu

Publicado em 20/10/2020 às 08h37
Trânsito na Avenida Rio Branco foi parcialmente interditado para socorrer vítimas do incêndio na Praia do Canto
Trânsito na Avenida Rio Branco foi parcialmente interditado para socorrer vítimas do incêndio na Praia do Canto. Crédito: Daniel Pasti

Vizinhos do prédio onde um apartamento foi atingido por um incêndio na noite desta segunda-feira (19), em Vitória, ajudaram moradores a sair do edifício. A ajuda também veio de prédios ao lado, onde moradores jogavam água com mangueiras de incêndio em direção ao andar que tinha o apartamento em chamas.

Vídeos enviados para a reportagem de A Gazeta mostram moradores de um prédio vizinho com uma mangueira na janela jogando água em direção ao prédio que tinha o apartamento com fogo. “Estamos aqui no combate aqui, pela lateral. Tem uma janela ali e alguma água está indo. Vamos continuar até o bombeiro aparecer”, disse o homem no vídeo.

Até a chegada do Corpo de Bombeiros, pessoas entraram no prédio para ajudar a retirar moradores de outros apartamentos. Idosos e cadeirantes foram removidos com o auxílio de vizinhos e outros populares que passavam pelo local. Uma dessas pessoas que ajudaram no resgate foi um morador próximo da região, que se identificou como Michel. Em conversa com a reportagem da TV Gazeta, ele contou como as pessoas ajudaram a retirar os moradores do prédio.

“Ficamos sem os bombeiros por pelo menos 15 minutos, brigando com a situação. As pessoas se ajudando, se arrastando no corredor porque a fumaça estava muito densa, muito preta. Molhamos camisas na portaria para subir com elas amarradas no rosto por causa da fumaça, isso ajudou um pouco. Conseguimos chegar na porta do apartamento que estava pegando fogo para tentar tirar as pessoas. Nessa hora os bombeiros chegaram”, contou.

Michel também falou sobre a coragem dos moradores em enfrentar a fumaça para fazer a retirada das pessoas. E da dificuldade em receber a notícia da morte da criança.

“A gente não pensa na gente, a gente pensa em tentar ajudar o próximo. Tiramos muitos idosos do prédio. No fim, quando o menino perdeu a vida, a gente acha que foi tudo em vão. Nosso objetivo é fazer o melhor, a gente não pensa na gente na hora. Eu larguei minha esposa aqui fora, subi e ela ficou sem notícia. Vinte minutos lá dentro, ela não me viu. Mas, a gente só pensava em ajudar o próximo”, contou emocionado.

PRÉDIO INTERDITADO

O prédio onde um apartamento do terceiro andar foi atingido por um incêndio na avenida Rio Branco, no bairro Praia do Canto, em Vitória, na noite desta segunda-feira (19) foi interditado pela Defesa Civil de Vitória. Uma criança de quatro anos que estava no apartamento foi resgatada, mas não resistiu e morreu ainda na ambulância.

A própria Defesa Civil de Vitória, que interditou o edifício, deve voltar ao local nesta terça-feira (20) para uma nova avaliação. Uma placa foi colada na portaria do edifício informando a interdição. Um morador, que conversou com a reportagem da TV Gazeta, confirmou que o prédio está interditado.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.