ASSINE

Veja como está a duplicação da BR 101 nas regiões Sul e Norte do ES

Obras no trecho entre Guarapari e Anchieta, previstas para começarem no segundo semestre de 2020,  foram adiadas para o próximo ano em decorrência da pandemia do novo coronavírus

Publicado em 04/06/2020 às 10h48
Atualizado em 04/06/2020 às 11h51
Eco101 libera a alça de acesso à BR-262 em Viana
Alça de acesso à BR 262 em Viana. Crédito: Reprodução/Eco101

A Eco101 adiou para o início do próximo ano a duplicação da BR 101 no intervalo entre Guarapari e Anchieta. As obras seriam iniciadas no segundo semestre deste ano, mas a pandemia do novo coronavírus empurrou o cronograma para 2021. 

Até o próximo mês de setembro deste ano, está prevista a entrega dos quinze quilômetros restantes da duplicação do trecho entre Viana e Guarapari (km 308 e km 323) e que fazem parte de uma ampliação total de 30 quilômetros.

A informação é do diretor-superintendente da Eco101 - concessionária que administra a rodovia -, Carlos Eduardo Xisto. Na tarde desta quarta-feira (03), ele participou de uma audiência online da Comissão de Fiscalização da Concessão da BR 101, da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado estadual Fabrício Gandini. 

 A BR 101 percorre o Estado de Norte a Sul, num total de 461,1 quilômetros. Segundo Xisto, a BR 101 conta com outros 73,2 quilômetros já duplicados, obras que foram executadas antes da concessão da rodovia.

De acordo com a Eco101, até o momento já foram investidos na BR 101 um total de R$ 1,65 bilhão, destinados não só a ampliação, mas ainda em obras de restauração e recuperação do piso, implantação de passarelas, recuperação pista, melhoria na sinalização, implantação de placas, nivelamento de pista, dentre outras.

Confira como está a situação das obras previstas para a rodovia que, até o momento, conta com 32,5 quilômetros duplicados pela concessionária.

ANDAMENTO DAS OBRAS DA BR 101

Trecho de Viana a Guarapari

A obra contempla 30 quilômetros de duplicação, dos quais 15 já foram liberados. A entrega dos 15 quilômetros finais (km 308 e km 323) está prevista para setembro, segundo o diretor-superintendente da Eco101, Carlos Eduardo Xisto.

No trecho também foi entregue o viaduto de interseção das BRs 101 e 262, localizado no Km 305. O investimento total destas obras, segundo a Eco101, é de R$ 159 milhões.

Viadutos

Já foram entregues três viadutos construídos fora da área de duplicação que está sendo posta em prática pela empresa entre Viana e Guarapari.  O investimento total foi de R$ 38 milhões. 

  • Km 302 - Próximo à PRF
  • Km 298 -  Em Marcílio de Noronha
  • Km 298,5 - Em Vila Bethânia
Trecho da BR 101 na Serra: novo eixo econômico após inauguração do Contorno do Mestre Álvaro
Trecho da BR 101 na Serra. Crédito: [email protected] Nunes

Trecho de Guarapari a Anchieta

São 22 quilômetros de duplicação entre as duas cidades e que vai resultar em um investimento de R$ 130 milhões. As obras, com previsão de iniciarem no segundo semestre deste ano, foram adiadas para o início dos próximo ano.

No percurso serão construídos dois viadutos e quatro pontes. Vai do Km 335 ao Km 357,7. Segundo a Eco101, no trecho já foram realizadas a supressão vegetal e o resgate de fauna e flora. A próxima etapa envolve a mobilização de equipes e montagem do canteiro de obras, que será retomada após a normalização do cenário atual.

Obras em andamento

Segundo a concessionária, ainda estão sendo executadas obras em alguns pontos, sem citar prazos de conclusão. São elas:

  • Km 335 - Trevo de Guarapari
  • Km 293 e Km 293,8 - Viadutos no Contorno de Vitória, ambos em Cariacica, em um  investimento de R$ 19,5 milhões
  • Km 321 - Viaduto em Amarelos, Guarapari
  • Km 310  - Ponte sobre o Rio Jucu, em Viana
  • Km 328 - Ponte sobre o Rio Iguapé, em Guarapari

Trecho Norte

As obras de duplicação do trecho da BR 101 que vai da Serra até Pedro Canário, totalizando 262 quilômetros, aguarda o licenciamento ambiental. A análise esbarra em um trecho de cerca de 23 quilômetros que corta a Reserva Ambiental de Sooretama (Rebio) e sua área de amortecimento. Pela atual legislação ambiental não pode haver duplicação que cause impacto em área ambiental de proteção total.

A situação vem sendo analisada em conjunto com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Segundo o diretor-superintendente da Eco101, Carlos Eduardo Xisto,  já foram realizadas as audiências públicas na região e a expectativa era de que ainda no primeiro semestre deste ano fosse liberada a licença provisória, o que não ocorreu até agora.

Obras na Serra

  • Cidade Pomar - Segundo a Eco101, o trecho ainda está sob a jurisdição do DNIT e está em negociação a sua transferência para a Eco101, que relata já ter projetos para obras no local. 
  • Contorno de Vitória - Aguarda a transferência do trecho para a concessionária para a realização de obras.

Repactuação do contrato

Durante a audiência, foi informado pelo diretor-presidente da Eco101 que a ANTT ainda está avaliando a repactuação do contrato de concessão. Ele aponta que o atraso na concessão dos licenciamentos ambientais afetou o cronograma de obras da empresa.

Este vídeo pode te interessar

A Comissão de Fiscalização da Concessão da BR 101, da Assembleia Legislativa decidiu convocar, para próximas audiências, representantes do Ibama, responsável pelo licenciamento ambiental das obras, e da ANTT, que faz a regulação e fiscalização do contrato.

A Gazeta integra o

Saiba mais
BR 101 BR 262 Eco101

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.