ASSINE

Sesa descarta uso de teste rápido em inquérito sorológico nas escolas do ES

Secretaria de Saúde está finalizando os detalhes do inquérito sorológico que será realizado em escolas do Espírito Santo

Publicado em 01/09/2020 às 12h39
aula -aluno - ensino - distancia - escola - curso
Os detalhes do inquérito escolar já estão sendo finalizados, segundo a Sesa. Crédito: Freepik

Com aulas suspensas desde o dia 16 de março, quando o governo editou o decreto estadual de fechamento devido à pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta terça-feira (01), através de coletiva de imprensa, que está finalizando os detalhes do inquérito sorológico que será realizado em escolas do Espírito Santo.

Embora haja uma previsão para a retomada do ensino médio em outubro, o retorno dos alunos da educação infantil no Espírito Santo segue sem definição, segundo o governo estadual.

Ainda assim, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, afirmou que os detalhes do inquérito escolar já estão sendo finalizados. Ele adiantou que o trabalho realizado com os alunos será muito diferente do que foi feito no inquérito domiciliar. 

"Estamos lidando com um inquérito em uma população específica, que tem complexabilidade desde a coleta de sangue da criança menor de 10 anos e adolescentes. Nós não vamos usar o teste rápido nesse momento. Estamos analisando usar o teste Architect, da Abbott, que exige coleta e tem a complexidade na realização do êxito", afirmou. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.