ASSINE

Projeto registra primeiro nascimento de baleia-jubarte de 2020 no ES

O registro aconteceu no último dia 20 de julho, quando o grupo fez o primeiro avistamento de um filhote acompanhado da mãe em águas capixabas neste ano

Publicado em 30/07/2020 às 16h27
Atualizado em 30/07/2020 às 16h28
Registro do primeiro filhote em águas capixabas este ano
Registro do primeiro filhote em águas capixabas este ano. Crédito: Projeto Baleia Jubarte

O litoral capixaba é uma das grandes referências para o nascimento de baleias-jubarte no Brasil — e na última semana, o Projeto Baleia Jubarte registrou a chegada do primeiro filhote de 2020. De acordo com o projeto, é de praxe que todos os anos as baleias desta espécie cheguem ao Estado para se reproduzir e ter seus filhotes.

O registro aconteceu no último dia 20 de julho, quando o grupo fez o primeiro avistamento de um filhote acompanhado da mãe em águas capixabas neste ano. A imagem foi feita durante um cruzeiro de pesquisa e monitoramento desses mamíferos.

De acordo com Paulo Rodrigues, oceanógrafo e coordenador do projeto, as baleias-jubarte adentraram mais a plataforma continental capixaba do mês de julho. Foram avistados e monitorados 19 grupos, totalizando 50 baleias.

“O mais incrível desse cruzeiro foi o registro de nosso primeiro filhote em águas capixabas, e as imagens do colo da baleia mãe segurando e protegendo na superfície o seu filhote recém-nascido”, conta o pesquisador.

Ainda de acordo com Paulo, os embarques de pesquisa permitem a realização de estudos de comportamento das baleias-jubarte.

Paulo Rodrigues

Oceanógrafo e coordenador do projeto

"Esse registro do comportamento dos primeiros cuidados da fêmea com seu filhote de 4 metros, o colo, apoiando as primeiras respirações e a proteção do filhote, tentando mantê-lo distante do observador, embarcação ou até mesmo de outros animais marinhos é algo que podemos estudar"

Seguindo as recomendações de prevenção sanitária, o Projeto Baleia Jubarte monitora a chegada das baleias-jubarte na costa da capital do Espírito Santo na temporada de reprodução 2020.

O PROJETO

O Projeto Baleia Jubarte é realizado pelo Instituto Baleia Jubarte a partir das sedes na Praia do Forte e em Caravelas, na Bahia, e em Vitória, no Espírito Santo.

Por meio deste projeto são realizadas ações de pesquisa científica, turismo responsável, ações de educação ambiental, bem como atividades de conservação que tem contribuído para o sucesso da recuperação da população de jubartes do atlântico sul ocidental.

Mais informações sobre as atividades do instituto  podem ser obtidas em www.facebook.com/projetobaleiajubartewww.instagram.com/projetobaleiajubarte e em www.baleiajubarte.org.br.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Brasil Espírito Santo alto-mar brasil espírito santo Baleia Jubarte

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.