ASSINE

Papo de Colunista: a dramática rotina de um médico do ES na pandemia

Colunistas de A Gazeta receberam o médico intensivista Leonardo Goltara, que contou o que está vendo e vivendo na linha de frente da atenção aos pacientes com Covid-19 nos hospitais do ES. O podcast do bate-papo já pode ser conferido

Publicado em 24/03/2021 às 12h44

No Papo de Colunista desta semana, os colunistas de A Gazeta Leonel Ximenes, Beatriz Seixas e Rafael Braz receberam o médico intensivista Leonardo Goltara. Ele nos deu o testemunho pessoal de alguém que está atuando incansavelmente na linha de frente da atenção aos pacientes com Covid-19 nas UTIs dos hospitais públicos e particulares do Espírito Santo. O bate-papo está disponível no podcast acima. Aperte o play e confira. Abaixo, também pode ser conferida a live, que foi transmitida ao vivo nos perfis de A Gazeta no Facebook e no YouTube, nesta quarta-feira (24).  

“Todo dia na minha vida, alguém está passando pelo pior dia da sua vida. Todo dia atendo uma ou mais pessoas que estão entre a vida e a morte. Algumas não se recuperam”, contou ele ao colunista Leonel Ximenes

Goltara é especialista em terapia intensiva e é o primeiro médico reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) como especialista em emergências no Espírito Santo. Professor de medicina intensiva e de medicina de emergência, já deu aulas em várias faculdades e coordenou diversas residências em terapia intensiva no Espírito Santo. Quando começou a pandemia da Covid-19, ele já tinha 18 anos de prática com pacientes graves, tanto no pronto-socorro como na terapia intensiva.

Atualmente, trabalha na linha de frente das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), coordenando esforços, nos hospitais Santa Casa, Emescam, Hucam, Jayme dos Santos Neves e Vila Velha Hospital, onde é médico-chefe dos 40 leitos exclusivos de UTI para pacientes com Covid-19. Este último, segundo ele, está sendo usado na prática como "hospital de campanha" do governo do Estado, pois cedeu, por contrato, 190 leitos para tratamento de pacientes com a doença: 150 de enfermaria, além dos 40 de UTI.

Papo de Colunista: a dramática rotina de um médico do ES na pandemia
Papo de Colunista: a dramática rotina de um médico do ES na pandemia. Crédito: Adobe Stock/Arte A Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.