ASSINE

Pacientes de Vitória com Covid esperam até nove dias por vaga em UTI

Os doentes da Capital estão internados nos Prontos Atendimentos dos bairros São Pedro e Praia do Suá. A gestão dos leitos é do governo estadual

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 11/04/2021 às 21h53
ES espera ampliar a oferta de leitos de UTI para pacientes com Covid nas próximas semanas
Os leitos de UTI e enfermaria para tratar Covid-19 são gerenciados pelo governo do ES. Crédito: Hélio Filho/Secom-ES

Pacientes diagnosticados com Covid-19 que estão internados nos Prontos Atendimentos (Praia do Suá e São Pedro) de Vitória esperam por até nove dias para serem transferidos para um leito de UTI administrado pelo governo do Estado.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Vitória, até as 17h deste domingo (11) sete pacientes infectados com o novo coronavírus aguardavam transferência para um leito de UTI. O município ressaltou, por nota, que a gestão dessas vagas é do governo estadual.

"A Semus ressalta que, quando há necessidade de transferência de pacientes para hospital, é feito o cadastro na Central de Regulação do Estado – e, por isso, o tempo de transferência para leito tem variação. Esse tempo de resposta do Estado tem aumentado nos últimos dias. Há pacientes aguardando a liberação de leito pelo Estado há 9 dias", informou.

A oferta de leitos é um problema recorrente da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na terceira fase de expansão da pandemia no Espírito Santo. Neste domingo, dados do Painel de Ocupação de Leitos indicavam que 93,63% das vagas de UTI estão com pacientes. Na enfermaria, a ocupação é de 81,12%. 

Para conter a taxa de transmissão da doença, o governo do Estado adotou uma série de medidas mais rígidas de combate ao vírus. No dia 18 de março, iniciou uma quarentena e passou a classificar os municípios com risco extremo de transmissão.

Ao comentar a situação da pandemia em solo capixaba no mês passado, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, chegou a dizer que "se essas medidas falharem, todo o Estado poderá falhar. Se elas falharem, as redes privada, filantrópica e pública não terão leito para todos".

Em Cariacica, 27 pessoas aguardam vagas em leitos hospitalares em hospitais estaduais para tratar os sintomas provocados pela Covid-19, sendo que 24 necessitam de leitos de enfermaria e três de UTI. Já na Serra, 39 doentes esperam uma vaga na UTI e 22 na enfermaria. As demais prefeituras da Grande Vitória foram questionadas, mas não enviaram retorno. Quando a resposta chegar, o texto será atualizado.

DADOS ESTADUAIS

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que  14 pessoas internadas em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Pronto Atendimento (PA) aguardam disponibilidade de leito hospitalar na Central de Regulação neste domingo (11), até às 17h.

"Há 14 pacientes aguardando disponibilidade de enfermaria, sendo 13 há menos de 24h, e 01 entre 24h e 48h. Em relação à espera de UTI, a Central de Regulação registra 01 paciente", respondeu, por nota.

A Central de Regulação de Urgência e Emergência do Samu-192 registrou 97 chamados para pacientes, que podem ser levados para UPAs, PAs ou hospitais. Nas duas centrais de Regulação há, no total, 111 pacientes aguardando a disponibilidade de leitos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.