ASSINE

Órgãos de jovem vítima de acidente em Muniz Freire salvam cinco pessoas

Cirurgia de captação dos órgãos aconteceu na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, nessa quinta-feira (22)

Publicado em 23/04/2021 às 19h29
Dois rins, um fígado e as córneas foram doados
Dois rins, um fígado e as córneas foram doados. Crédito: Divulgação/ Santa Casa

Um jovem de 22 anos morreu vítima de um acidente de trânsito em Muniz Freire, na Região do Caparaó. A família, mesmo tomada pela tristeza de perder um parente querido, decidiu doar os órgãos do rapaz. A cirurgia de captação dos órgãos aconteceu na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, nessa quinta-feira (22). Dois rins, um fígado e as córneas deram esperança de uma vida melhor para outras cinco pessoas.

Segundo assessoria do hospital, o rapaz deu entrada na Santa Casa no último sábado (17). Ele foi atendido no Pronto-Socorro e, em seguida, levado para o CTI. Apesar dos cuidados necessários, ele não resistiu aos ferimentos.

Por não haver nenhum doador compatível no Espírito Santo, os rins e o fígado foram levados para São Paulo e Distrito Federal, respectivamente. Somente as córneas ficaram no Estado.

O irmão, que preferiu não se identificar, disse que essa sempre foi uma vontade do paciente. “Em vida, meu irmão foi o ser mais sensacional que eu conheci e continuou sendo incrível mesmo após a partida. Desejo a quem receber os órgãos tenha uma vida longa, que a família tenha muitos motivos para sorrir, e que Deus abençoe vocês todos aí, que esse ato seja ainda mais replicado”, disse.

O familiar também agradeceu o apoio dos profissionais : “Eu só queria deixar toda minha gratidão aos profissionais que me atenderam, ao pessoal da recepção, aos enfermeiros, aos médicos, a todos, vi que a humanidade presente neles é algo extraordinário”.

A enfermeira da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos Para Transplante da Santa Casa (CIHDOTT), Beatriz Rivieri Colodette, reforçou a importância sobre a doação e que somente a família pode fazer essa autorização. “A doação de órgãos é um gesto de amor ao próximo sem ao menos saber quem é. Por isso é muito importante avisar a família que você é um doador”, reforçou.

A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro é referência em trabalhos educativos para captação de órgãos no Espírito Santo.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.