ASSINE

Órgãos de jovem atropelada em Cachoeiro vão salvar cinco vidas

Sarah Pittizer, de 26 anos, era casada e tinha dois filhos. Foram doados córneas, rins e fígado, todos destinados a pacientes do Estado que aguardam na fila de transplante

Vitória
Publicado em 02/12/2021 às 19h28
Sarah doou córneas, rins e fígado
Sarah doou córneas, rins e fígado. Crédito: Reprodução/Instagram

Vítima de um atropelamento, a designer de sobrancelhas Sarah Pittizer, de 26 anos, teve a morte confirmada nesta terça-feira (30) pelo Hospital Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, onde estava internada. Apesar da tristeza, a família dela tomou uma importante decisão: autorizou a doação dos órgãos da jovem. Foram doados córneas, rins e fígado, todos destinados a pacientes do Estado que aguardam na fila de transplante.

O gesto de solidariedade da família, em respeito a um desejo de Sarah, deve ajudar a salvar cinco vidas, segundo estimativa do hospital. A jovem era casada e tinha um casal de filhos.

Taylor Robert Almeida Batista

Pai de Sarah

"Ela sempre falava com o marido que se lhe acontecesse algo, ela queria ser doadora de órgãos e ele deu total aval para a doação"

JOVEM FOI ATROPELADA POR MOTOCICLISTA

No último domingo (28), Sarah foi atropelada por uma moto no bairro Guandu, em Cachoeiro de Itapemirim.  A motociclista que atropelou a jovem foi socorrida por parentes, segundo informações da Polícia Militar.

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Infrações Penais e Outras (DIPO) de Cachoeiro de Itapemirim. "Detalhes da investigação não serão divulgados, por enquanto", finalizou a corporação.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.