ASSINE

Mercado da Capixaba: Vitória diz que revitalização começa em 2022

Prefeitura promete lançar o edital nos próximos meses e diz que reforma no local vai respeitar o projeto original, de 1926.  Obra está orçada em R$ 9,7 milhões

Publicado em 13/07/2021 às 13h16
Mercado da Capixaba
Abandonado, o mato toma do Mercado da Capixaba, no Centro de Vitória . Crédito: Carlos Alberto Silva

Em mais de 90 anos de história, o Mercado da Capixaba, no Centro de Vitória, já foi um ponto importante de comércio da Grande Vitória. Os anos passaram, a estrutura se deteriorou e o mato passou a tomar conta do lugar. Agora, a Prefeitura de Vitória promete, mais uma vez, revitalizar o espaço. A expectativa é de que as obras comecem no primeiro semestre de 2022.

A ideia de reformar o lugar não é nova. O início da obra estava previsto para o segundo semestre do ano passado, o que não aconteceu. Agora, a nova administração municipal diz que o projeto de revitalização foi concluído, aprovado pela comunidade e deve entrar em fase de licitação nos próximos meses. 

"Como nós chegamos na gestão nova, verificamos que o projeto que tinha era muito mais conceitual, do que um projeto que pudéssemos fazer a contratação de uma empresa.  Fizemos uma avaliação do dano estrutural e fizemos um projeto apto para ser licitado, com as áreas de dados identificadas, projeto hidráulico e elétrico concluído. A previsão é da gente possa lançar o edital nos próximos meses e tudo correndo bem, dentro do planejado, as obras começam no primeiro semestre de 2022", afirma Marcelo de Oliveira, secretário de Desenvolvimento da Cidade e Habitação (Sedec).

OBRA ORÇADA EM R$ 9,7 MILHÕES

Além do restauro das fachadas externa e interna, o projeto prevê elevador, ar-condicionado e iluminação pública. A rua Araribóia, ao lado do mercado, será urbanizada e receberá serviços de drenagem, pavimentação e paisagismo. Segundo Marcelo Oliveira, a modernização do local vai respeitar o projeto original, de 1926, e manter 18 lojas no espaço. A obra está orçada em R$ 9,7 milhões.

"Nosso grande desafio foi respeitar essa arquitetura histórica. É uma obra difícil. Seria muito mais fácil, e possivelmente mais barato, construir um mercado novo. Mas existe uma questão histórica e isso requer cuidado, atenção. Vamos restaurar por completo o mercado, parte interna e externa. A rua Arariboia vai virar rua de pedestre, com iluminação cênica e paisagismo na calçada, dando a sensação de ampliação da área útil do Mercado da Capixaba", explicou o secretário.

Veja como vai ficar o Mercado da Capixaba após a reforma

Veja como vai ficar o Mercado da Capixaba após a reforma
undefined. Prefeitura de Vitória
Veja como vai ficar o Mercado da Capixaba após a reforma
undefined. Prefeitura de Vitória
Veja como vai ficar o Mercado da Capixaba após a reforma
undefined. Prefeitura de Vitória
undefined
undefined
undefined

Marcelo Oliveira

Secretário de Desenvolvimento da Cidade e Habitação

"Queremos recuperar uma área histórica. A obra vai custar R$ 9,7 milhões. Os recursos já estão garantidos em 100% pela administração municipal"

Após a reforma, o Mercado da Capixaba terá 18 lojas — três com mais de 100 m², duas 20 m² e as demais com tamanhos entre 30 m² e 48 m² —, além de duas lojas de apoio no segundo pavimento, que vão funcionar como local para cursos e palestras. Todo o local será construído para garantir a acessibilidade das pessoas, incluindo um elevador para cadeirantes. 

Após a publicação do edital, a prefeitura quer debater com moradores e comerciantes do Centro de Vitória para estabelecer como vai funcionar o uso das 18 lojas do local.  

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.