ASSINE

Médico troca o jaleco pela batina para se tornar padre em Vitória

Médico por anos, Ricardo Passamani decidiu seguir o coração e ingressou no sacerdócio. Após oito anos de estudos religiosos, ele receberá no próximo sábado (25) a ordenação

Publicado em 23/07/2020 às 16h53
Atualizado em 23/07/2020 às 16h53
Religiosidade
Ricardo deixou a carreira de médico e no próximo sábado (25) receberá a ordenação de padre. Crédito: Divulgação/Arquidiocese de Vitória

A vida do médico Ricardo Passamani sempre foi dedicada ao tratamento das doenças nas pessoas, mas a partir do próximo sábado (25) ele promoverá outro tipo de cura, desta vez espiritual. Na data tão aguardada o profissional da área médica se tornará padre.

Desde pequeno, Ricardo tinha o sonho de seguir carreira na Medicina. Após conseguir passar no vestibular, ele se formou médico, porém sempre manteve a religiosidade, além da vocação que tinha para o sacerdócio. Há oito anos ele ingressou no Seminário Nossa Senhora da Penha, em Vitória, com o intuito de ser um propagador da palavra de Deus.

8 anos

Ricardo está há quase uma década estudando para se tornar padre

"Costumo dizer que não foi uma mudança de rumo tão radical, porque apenas foi dar à Medicina um alcance um pouco maior, a Medicina da alma", conta com orgulho o seminarista, que decidiu deixar para trás a especialização em Infectologia para se dedicar aos estudos religiosos.

APOIO DA FAMÍLIA

A mudança não foi simples. Natural de Conceição da Barra, no Norte do Estado, Ricardo nasceu em uma família ligada à área médica. O pai, Paulo Passamani, exerce a profissão, e a mãe, Cristiane, é farmacêutica. A decisão causou um baque inicial, porém logo os familiares e pessoas próximas perceberam que Ricardo seguiria fazendo o bem.

"O sentimento que tenho é de gratidão a Deus por ter colocado meu filho nesse caminho", contou a mãe.

Religiosidade
Ricardo recebeu o apoio dos pais Paulo e Cristiane para ingressar no sacerdócio. Crédito: Arquivo pessoal

Bom filho, o seminarista explicou que o apoio da família foi fundamental para que seguisse firme no propósito de ingressar na Igreja Católica.

"Nunca desobedeci meu pai em minha vida. Ele me respondeu assim quando eu disse que iria para o seminário. 'Tenho certeza que se eu disser que não, você não vai. Mas não me sinto no direito de me opor nesse caso, porque se vem de Deus, é maior do que eu'", relatou o médico.

SINAIS

Desde muito novo Ricardo percebia que a relação dele com a religiosidade era diferente, ao ponto dele próprio escrever uma carta para Deus quando ainda era um adolescente.

"Na adolescência teve essa cartinha, na qual eu dizia várias coisas para Deus. No finalzinho dela escrevi que se ele quisesse que eu saísse pelo mundo para pregar o evangelho, era só me chamar. Considero isso um fato relevante para minha decisão", explicou.

Por anos trabalhando em um posto de saúde, o então médico Ricardo percebia que além da cura física, os pacientes necessitavam cuidar da alma. A partir do próximo sábado (25), o jaleco branco vai dar lugar à batina e os remédios serão trocados pela bíblia e palavras de conforto.

Ricardo Passamani

Médico e padre

"Cuidar da alma, na minha maneira de pensar, é maior ainda do que cuidar do corpo, pois ela é imortal"

ORDENAÇÃO

Além de Ricardo, outros cinco sacerdotes receberão a ordenação no próximo sábado(25), são eles: Padre Alexandre Ferreira de Souza, Padre Rafael Martins Nascimento, Padre Rodrigo Chagas, Padre Tárcio Rosa Siqueira e Padre Zaelton da Costa Nascimento.

religiosidade
Além de Ricardo, a cerimônia do próximo sábado ordenará outros cinco padres. Crédito: Divulgação/Arquidiocese de Vitória

A primeira missa de Ricardo ocorrerá já no próximo domingo (26), às 9 horas, no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora da Penha, na Praia do Suá, em Vitória. Após a celebração, ele será Vigário Paroquial da Paróquia da Virgem Maria de Itacibá, em Cariacica. 

Este vídeo pode te interessar

Com informações de Elton Ribeiro, da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais
Igreja Católica medicina religião Arquidiocese de Vitória

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.