ASSINE

Média móvel de mortes por Covid-19 desacelera no ES, mas se mantém alta

Os dados foram analisados pelo Núcleo Interinstitucional de Estudos Epidemiológicos (NIEE)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 17/04/2021 às 13h10
Média móvel de óbitos por Covid-19
Média móvel de óbitos por Covid-19. Crédito: Reprodução/Painel Covid-19

A média móvel de óbitos provocados pela Covid-19 no Espírito Santo está desacelerando, mas ainda continua elevada. É o que aponta a análise do Núcleo Interinstitucional de Estudos Epidemiológicos (NIEE) divulgado nesta sexta-feira (16).

Conforme explica a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a média móvel é um recurso matemático que permite analisar se o número de casos confirmados e/ou de óbitos na última semana ou em 14 dias aumentou ou diminuiu, de acordo com o mesmo intervalo de tempo das semanas anteriores.

Os dados do Painel Covid-19, ferramenta administrada pelo governo do Estado, mostram que a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias, nesta quinta-feira (15), era 60,93. O Estado contabiliza mais de 8.500 mortes registradas desde o início da pandemia.

Do dia 1 ao dia 15 deste mês, a Sesa divulgou o registro de 1.007 mortes provocadas pelo novo coronavírus. O número também representa mortes ocorridas em outros meses, mas oficializadas em abril.

O diretor de Integração e Projetos Especiais do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Pablo Lira, explicou que, efetivamente, 919 pessoas morreram por causa da doença na primeira quinzena deste mês. Segundo ele, se a tendência da média móvel de óbitos for mantida, há a expectativa de que menos capixabas percam a vida em decorrência de complicações do coronavírus.

Pablo Lira

Membro do NIEE

"O gráfico vinha subindo em ritmo exponencial nos últimos 14 dias e agora está inclinando para a direita. Se essa desaceleração ficar mais forte nas próximas semanas, pode ser que essa estimativa crítica de 1.800 óbitos para abril não se confirme"

Segundo Lira, outro indicador que representa um comportamento de redução do impacto negativo das infecções é o fato de que não houve casos de pacientes na rede pré-hospitalar (UPAS/PAS) aguardando vagas de UTI por mais de 24 horas. O episódio foi mencionado pelo governador Renato Casagrande nas redes sociais nesta sexta-feira (16).

"Uma possível explicação pode ser o distanciamento social, que aumentou por conta das medidas adotadas durante a quarentena preventiva, em março. O efeito dessa ação só é possível perceber numa janela de 14 a 15 dias. Outra questão é a vacina. Provavelmente, está havendo um efeito positivo dessas curvas de contágio e de pressão no sistema de saúde causada por uma redução de casos das faixas etárias mais elevadas, alvos da primeira dose da vacinação", explicou.

CONTÁGIO POR COVID-19

O ritmo de contágio (Rt) do novo coronavírus no Espírito Santo apresenta estabilidade. Os últimos dados compilados pelo Núcleo Interinstitucional de Estudos Epidemiológicos (NIEE), que correspondem à realidade na pandemia no dia 26 de março, apontam que a taxa de transmissão pela Covid-19 no Estado era de 1,55, quando 100 pessoas transmitem a doença para outras 155.

Na semana anterior,  no dia 19 de março, o índice era o mesmo. Enquanto isso, o último índice da Grande Vitória apontava uma taxa de 1,51. Já nos municípios do interior, o ritmo de contágio saiu de 1,61 para 1,58. 

Ritmo de contágio por Covid-19

Taxa de contágio por Covid-19 - Interior
Taxa de contágio por Covid-19 - Interior. Reprodução/Painel Covid-19
Taxa de contágio por Covid-19 - Grande Vitória
Taxa de contágio por Covid-19 - Grande Vitória. Reprodução/Painel Covid-19
Taxa de contágio por Covid-19 - ES
Taxa de contágio por Covid-19 - ES. Reprodução/Painel Covid-19
Taxa de contágio por Covid-19 - ES
Taxa de contágio por Covid-19 - ES
Taxa de contágio por Covid-19 - ES

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.