ASSINE

Mapa de Risco: apenas Ecoporanga permanece com risco moderado para Covid

Os demais 77 municípios capixabas estão em risco baixo da contaminação para o coronavírus, cálculo que considera  elementos como taxa de ocupação e número de testes para essa classificação

Publicado em 23/10/2020 às 18h45
Atualizado em 23/10/2020 às 20h43
Mapa de risco 26 de outubro
Mapa de risco 26 de outubro. Crédito: Governo do ES

O novo Mapa de Risco divulgado nesta sexta-feira (23) mostra que somente uma cidade do Espírito Santo  está na classificação de risco moderado de convivência com o coronavírus. Ecoporanga, no extremo Norte do Estado, é o único município que destoa do restante do mapa, pois os demais 77 municípios estão em risco baixo e não há nenhum em risco alto. 

 O Mapa de Risco e as regras que cada nível de classificação possui  terão vigência entre a próxima segunda-feira (26) e o domingo (01). No mapa da última semana,  Anchieta, Conceição da Barra e Santa Teresa estavam em risco moderado.

Mapa de risco 26 de outubro
Mapa de risco 26 de outubro. Crédito: Governo do ES

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias.

Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A taxa de ocupação, atualmente, é de 39%.  A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Governo do Espírito Santo descreve que o Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.