ASSINE

Linhares volta a ter risco alto de contaminação. Veja regras na cidade

Quem vive no município garante que movimentação de pessoas aumentou e nem todas seguem as recomendações para evitar infecção por coronavírus

Publicado em 22/08/2020 às 18h33
Atualizado em 23/08/2020 às 17h53
Ruas do Centro de Linhares têm ficado movimentadas
Ruas do Centro de Linhares têm ficado movimentadas. Crédito: Reprodução | TV Gazeta Norte

ERRAMOS*. Principal cidade do Norte do Espírito SantoLinhares voltou a ser classificada como de risco alto para o contágio pelo coronavírus, de acordo com o novo mapa divulgado neste sábado (22), pelo governo do Estado. Apesar do agravamento, moradores revelam que a piora do cenário local não surpreende. 

Como vive com pessoas do grupo de risco, o professor Hugo Resi tem mantido a quarentena desde meados de março e saído da casa, no bairro José Rodrigues Macial, apenas quando realmente precisa. Ainda assim, nessas poucas vezes em que vai à rua, conseguiu notar que o fluxo de pessoas circulando pelo município aumentou.

Hugo Resi

Professor e morador de Linhares

"Nas últimas semanas, tinha muito mais gente. Pelo percurso, eu vejo algumas sem máscara. Também já ouvi que tem bar e estabelecimento funcionando de portas abaixadas. Então, por esse cenário que vinha sendo desenhado, eu já esperava esse agravamento"

Morador do Centro, o aposentado Reuber Costa Nascimento também não se surpreendeu com a nova classificação de Linhares. “Tem muita gente que não está cumprindo o isolamento. Muitas pessoas sem máscara e fazendo aglomerações. Não estão levando a sério”, resume.

Como consequência, surge a preocupação em ambos. Reuber teme um retorno “da contaminação em massa”, enquanto Hugo garante que voltou a “ficar em um nível de alerta máximo”, porque “não se sabe como está a circulação do vírus nas outras pessoas” e que fica a “insegurança no ar”.

5.699 casos

de Covid-19 já foram confirmados em Linhares, além de 96 mortes

Os dois moradores defendem mais fiscalizações, tanto no Centro quanto nos demais bairros da cidade, e a adoção de medidas mais rígidas para contenção da pandemia.

O QUE DIZ O MUNICÍPIO

Questionada por A Gazeta, a Prefeitura de Linhares garantiu que adota medidas de proteção à Covid-19 desde o início da pandemia, com fiscalizações no comércio e ações de conscientização junto à população. Ressaltou também que “o enfrentamento à doença é um trabalho conjunto entre poder público e cidadão”.

Nesse sentido, o município afirma que “não é momento de relaxamento, mas de redobrar os cuidados" e pede para que as pessoas "mantenham o isolamento e o distanciamento social, usem máscara e álcool para higienização”. A administração também confirmou que adotará todas as medidas restritivas do governo estadual para as cidades classificadas como de risco alto.

COMO FICA O FUNCIONAMENTO DA CIDADE EM RISCO ALTO:

  1. 01

    COMÉRCIO

    Funcionamento dos estabelecimentos comerciais, galerias, centros comerciais de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

  2. 02

    SHOPPINGS

    O funcionamento dos shoppings permanece restrito aos dias da semana, do meio-dia às 20h. A flexibilização foi concedida para os restaurantes das praças de alimentação, que podem abrir também aos sábados, até as 18h.

  3. 03

    BARES E RESTAURANTES

    O funcionamento de restaurantes foi ampliado para os sábados, até as 18h. Bares continuam proibidos.

  4. 04

    ACADEMIAS

    Academias podem funcionar respeitando o limite máximo de até cinco alunos por hora e mediante agendamento                     

  5. 05

    ORIENTAÇÕES GERAIS

    Independentemente da classificação de risco do município, algumas orientações valem para todos os segmentos, tais como a obrigatoriedade do uso de máscaras e a disponibilização de álcool em gel para os funcionários e os clientes, bem como respeito a todas as medidas sanitárias estabelecidas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

ERRAMOS: A reportagem trazia anteriormente as regras em vigor para cidades de risco alto conforme a “CARTILHA SOBRE A ESTRATÉGIA DE MAPEAMENTO DE RISCO NO ESPÍRITO SANTO”, disponibilizada no portal coronavirus.es.gov.br. No entanto, o regramento disponível no documento não está atualizado. As correções foram feitas com as regras atuais, válidas desde o início deste mês de agosto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.