ASSINE

Justiça define fiança de R$ 10 mil para motorista preso por acidente no ES

Uanderson Elias Delfino foi preso em flagrante após atingir a moto em que estavam Maria Karoline Neppel, de 23 anos, e seu pai, José Idalino Neppel, de 44

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 04/07/2021 às 17h31
Pai e filha morreram, na noite desta quinta-feira (1º), em um acidente na ES-080
Pai e filha morreram, na noite desta quinta-feira (1º), em um acidente na ES-080 . Crédito: Redes Sociais

A Justiça estipulou fiança de R$ 10 mil para que Uanderson Elias Delfino, de 37 anos, tenha liberdade provisória. Ele dirigia o carro que atingiu e matou Maria Karoline Neppel, de 23 anos, e seu pai José Idalino Neppel, de 44 anos, que estavam em uma motocicleta, na última quinta-feira (1º), em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Uanderson foi preso após realizar o teste do bafômetro no local do acidente, que apontou que ele havia ingerido bebida alcoólica.

Após ser autuado pela Polícia Civil pelo crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor, o motorista foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina. O valor da fiança foi arbitrado neste sábado (3), durante a audiência de custódia de Uanderson.

Na tarde deste domingo (4), a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informou que Uanderson Elias Delfino permanecia detido e disse que não recebeu o alvará para a liberação dele.

O ACIDENTE

O acidente ocorreu na ES 080, quando as vítimas chegavam em casa na comunidade de Santo Antônio de Mutum, no interior de Colatina. Na noite de quinta-feira (1º), o carro conduzido por Uanderson bateu de frente com a motocicleta em que estavam José Idalino Neppel e Maria Karoline Neppel. Em uma curva, Uanderson Elias Delfino, de 37 anos, se deparou com a motoneta, que estava sendo conduzida por Maria, com o pai na garupa.

O motorista perdeu o controle do carro e caiu em uma ribanceira. A motoneta ficou caída no local ao lado do corpo da condutora. O pai dela chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu ao chegar no pronto-socorro.

Após o acidente, o motorista foi levado para o Hospital Estadual Sílvio Avidos. Após liberado, ele foi encaminhado para a Delegacia Regional de Colatina e preso em flagrante, uma vez que o motorista realizou o teste do etilômetro e foi comprovada a ingestão de bebida alcoólica, segundo a Polícia Militar.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.