ASSINE

Iema faz consulta pública para implantação do Aquaviário na Grande Vitória

O prazo para construção da cada píer gira em torno de seis a oito meses e cerca de R$ 1,5 milhão foi investido para cada uma das estações

Edital foi publicado nesta terça-feira
Veja como será o aquaviário na Baía de Vitória. Crédito: Divulgação/ Governo do Estado

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) vai abrir uma consulta pública online de apresentação do Relatório de Controle Ambiental, como parte do processo de licenciamento ambiental para o Projeto do Sistema Aquaviário. Está prevista a construção de quatro pontos de embarque na baía de Vitória.

“Todas as nossas obras passam pelo Iema ou pelas prefeituras. Neste caso, como é uma obra metropolitana, uma obra que tem relação entre várias cidades, é o Iema que faz todo esse licenciamento”, explicou o secretário estadual de Mobilidade e Infraestrutura do Espírito Santo, Fábio Damasceno,  em entrevista à CBN Vitória na manhã desta quarta (18).

Além disso, Damasceno comentou que a Marinha e a Capitania dos Portos também foram acionados para dar o aval nesse processo de construção do sistema Aquaviário.

ACESSO À CONSULTA PÚBLICA

Para acessar a consulta pública, basta entrar no site do Iema entre os dias 20 de agosto e 3 de setembro. Por lá, o participante pode visualizar uma apresentação sobre o assunto, consultar o estudo apresentado no processo de licenciamento ambiental e enviar contribuições, dúvidas e sugestões por meio de um formulário online. De acordo com o Fábio Damasceno, as pessoas também podem fazer perguntas sobre as questões operacionais do Aquaviário.

OBRAS

As obras estão contratadas e devem ser iniciadas nos pontos de embarque de Cariacica e Vila Velha após o término das etapas de licenciamento. Na sequência, dois outros pontos serão construídos, estes em Vitória. O prazo para construção da cada píer gira em torno de seis a oito meses e cerca de R$ 1,5 milhão foi investido para cada uma das estações.

Damasceno comentou sobre o ponto em Cariacica: “Porto de Santana não fazia inicialmente parte da primeira análise do Aquaviário, mas entrou graças ao trabalho da população onde, na audiência pública (2013), apontou que seria importante ter Porto de Santana como uma localização do Aquaviário."

SERRA

Durante entrevista, o secretário ainda foi questionado sobre uma ponto de embarque no município da Serra, porém, de acordo com ele, estudos foram realizados e concluíram que existe um problema relacionado à questão marítima. "Na Serra só é possível chegar em alto-mar. Nossa mar parece ser tranquilo, mas não é. Esse caminho longo não viabiliza esse tipo de transporte urbano."

MODO DE FUNCIONAMENTO

Cada ponto de embarque e desembarque vai contar com uma estrutura onde os passageiros irão aguardar a embarcação. Para ter acesso aos barcos, haverá uma interligação, um tipo de ponte, que será coberta para o conforto de quem usar o transporte. De acordo com o secretário, a ideia é operar 16 horas em dias úteis, 10 ou 12 horas aos sábados e 6 horas aos domingos.

PRIORIDADES DO GOVERNO DO ESTADO

Fábio Damasceno ainda pediu calma quanto a real presença do Aquaviário: “Já estamos quebrando vários paradigmas.” Segundo ele, o governador Renato Casagrande, junto às demais partes governamentais, vêm colocando em prática as obras de mobilidade em operação (Portal do Príncipe, trevo de Carapina,  ciclovia da Terceira Ponte, e agora o Aquaviário).

A implantação do novo modal é uma das prioridades do Governo do Estado na área da mobilidade. A construção dos outros três terminais deve ser iniciada ainda neste ano: Prainha, em Vila Velha, e Praça do Papa e Centro, em Vitória. “A partir do final do ano, início do ano que vem (2022) a gente começa a ter as primeiras operações", finalizou o secretário.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.