ASSINE

Hospital Santa Casa de Cachoeiro nega mortes durante queda de energia

Duas mortes foram registradas, mas segundo a Santa Casa, ocorreram depois que a energia foi restabelecida; pacientes estavam com Covid-19 em estado grave

Publicado em 28/05/2020 às 19h11
Atualizado em 28/05/2020 às 19h11
Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim
Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim. Crédito: Divulgação

A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, sofreu um apagão na rede elétrica nesta quarta-feira (27) por três horas. A unidade, que é referência na região para o tratamento do novo coronavírus, ficou sem energia das 14h às 17h. Duas mortes foram registradas no hospital, mas segundo a Santa Casa, ocorreram depois que a energia foi restabelecida. 

"Sobre os dois óbitos do dia 27 de maio, a Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro explica que eram pacientes com Covid-19 em estado grave. Diante dessas lamentáveis perdas se solidariza com amigos e familiares", informou, por nota, nesta quinta-feira (28).

O hospital explicou que, durante o momento crítico da queda de energia, o gerador não funcionou. Aparelhos foram ligados a baterias e três pacientes precisaram ser transferidos para outro hospital da região.

Uma equipe da concessionária de energia EDP esteve no local ontem para dar apoio a instituição, caso fosse necessário. A fornecedora de energia afirmou que houve defeito nas instalações internas, que é de responsabilidade do cliente. Disse ainda que não teve nenhuma ocorrência de falta de energia na rede da EDP que atende ao hospital.

A Santa Casa disse que, enquanto estão apurando as causas do problema, a EDP se colocou à disposição, ajudando no que for possível.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA

A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim informa que na tarde da última quarta-feira (27) sofreu uma instabilidade elétrica que deixou o hospital sem energia aproximadamente entre 14 e 17 horas.

Após a queda de energia, o gerador foi acionado, mas seu painel de controle não seguiu os comandos automáticos do equipamento. Técnicos da empresa responsável pela manutenção do aparelho estão no hospital e fazem testes para apurar os motivos e certificar que tal evento não mais ocorra na Unidade.

A Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro informa ainda que diante da circunstância mobilizou toda sua equipe de Assistência Médica para garantir a integridade dos seus pacientes. Destaca ainda que fez todos os esforços para que não houvesse comprometimento nos seus tratamentos e três pacientes foram transferidos para outro hospital da região.

Sobre os dois óbitos do dia 27 de maio, a Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro explica que eram pacientes com Covid-19 em estado grave. Diante dessas lamentáveis perdas se solidariza com amigos e familiares.

Por fim, a Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro agradece o apoio e a solidariedade recebidos do Hospital Evangélico, Hospital Infantil, Unimed Sul Capixaba e a Secretaria de Estado da Saúde, além do Corpo Clínico, membros do Conselho Deliberativo e todos seus funcionários que de alguma forma tiveram importante colaboração para resolver a situação da melhor forma possível.

Nesse momento, onde o que mais importa é sempre a vida, nós conseguimos mostrar que estaremos sempre unidos em benefício da população do Sul do Estado.

Os óbitos ocorreram quando a energia já estava estabelecida. Enquanto estamos apurando as causas do problema, a EDP se colocou à disposição e está ajudando, no que for possível.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.