ASSINE

Homem morre eletrocutado em cerca elétrica em Dores do Rio Preto

Bombeiros foram acionados, mas informaram que, quando chegaram ao local, em uma chácara, já encontraram o corpo submerso na água na tarde desta quinta-feira (30)

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 30/09/2021 às 20h29
Homem morre eletrocutado em cerca elétrica de açude no Caparaó
Local onde o corpo do homem foi encontrado foi isolado. Crédito: Divulgação 

Um homem morreu, na tarde desta quinta-feira (30), quando fazia um reparo na cerca elétrica de um açude dentro de uma chácara em Dores do Rio Preto, na Região do Caparaó no Espírito Santo. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas quando chegou ao local ele já estava morto. A vítima não teve o nome informado.

A corporação informou que recebeu um chamado às 16h28 e, quando chegou ao açude, encontrou o homem, sem vida, quase submerso na água, ao lado de uma enxada. O corpo segue no local até a chegada da perícia e será encaminhado ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim.

Testemunhas relataram aos bombeiros que o homem costumava fazer reparos na cerca elétrica do açude de peixes. A cerca é uma forma de impedir que lontras consumam os peixes do local. Ele teria informado que desligou a rede elétrica, mas, ao tentar pegar uma sacola plástica às margens da represa, acabou sofrendo o choque.

Este é o segundo caso de morte por eletrocutamento registrado nesta semana no Estado. Nesta quarta-feira (29), o trabalhador rural Daniel de Jesus dos Santos morreu eletrocutado enquanto pulverizava uma plantação de coco na rodovia ES 440, estrada de Regência, distrito de Linhares. Segundo a Polícia Militar, o equipamento usado por ele teria encostado em rede elétrica de alta tensão, causando um choque na vítima, que morreu no local.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.