ASSINE

"Mesmo investindo, podemos colapsar", alerta Renato Casagrande

Governador voltou a mostrar preocupação com a taxa de adesão ao isolamento social, que chegou a 46% nesta terça-feira (05)

Publicado em 06/05/2020 às 21h21
Atualizado em 06/05/2020 às 21h24
Novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com respirador no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra.
Novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com respirador no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. . Crédito: Reprodução/TV

O Governo do Espírito Santo adquiriu mais 20 leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), chegando ao número de 375 com destinação exclusiva para  pacientes em estado grave de Covid-19. De acordo com o governador Renato Casagrande, também foram adquiridos 360 respiradores - 250 vindos da Itália - e mais 135 ventiladores para unidades móveis e de pronto atendimento.

No entanto, mais investimentos e novas aquisições para a rede hospitalar do Estado podem não dar conta da demanda de pacientes se o isolamento social não aumentar.

 Durante pronunciamento na tarde desta quarta-feira (06), Casagrande mostrou preocupação com a taxa de adesão ao isolamento social, que chegou a 46% nesta terça-feira (05) no Estado. O número é bem abaixo dos 55% estipulados pelo governo.

"Podemos colapsar", alertou Casagrande. "A pandemia é de médio e longo prazo, vamos ter que ter uma mudança na nossa vida até chegar a vacina. Nesse período, não tem outra alternativa a não ser manter a disciplina e essa convivência. Senão, podemos colapsar e ter a realidade que alguns estados brasileiros já estão enfrentando", afirmou. 

Casagrande afirmou ainda que mesmo com novos leitos de UTI, a taxa de ocupação cresceu. "Ontem (terça) eu anunciei 355 leitos de UTI. Hoje, um dia depois, já temos 375 leitos de UTI. A nossa taxa de ocupação nessa terça-feira (5) era de 61%; e hoje estamos com 63%. A demanda no número de leitos é crescente. A taxa de pessoas que entram no sistema é maior que a quantidade de novos leitos adquiridos", revelou.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.