ASSINE

Governo do ES vai decidir no dia 07 de maio sobre volta às aulas no risco alto

As medidas de convivência do mapa de risco não foram alteradas nesta semana. No risco alto, só é permitido atendimento presencial se for individual

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 30/04/2021 às 21h03
Escolas da rede municipal preparam volta às aulas
Escolas da rede municipal preparam volta às aulas. Crédito: Prefeitura de Linhares/Felipe Reis

O governo do Espírito Santo deve fazer novas mudanças sobre os formatos de aulas presenciais ou remotas no dia 07 de maio, sexta-feira que vem, quando será informado o mapa de risco da semana seguinte. A informação foi repassada pelo governador Renato Casagrande durante pronunciamento, na noite desta sexta-feira (30). 

O assunto foi tema da sala de situação desta semana durante a produção do novo Mapa de Risco, que começa a valer na segunda-feira (03). Porém, não houve um consenso para flexibilizações da área da educação.

"Nós estamos discutindo com o sindicato dos professores, públicos e privados, e com donos de empresas como vamos lidar com a educação. Não conseguimos fechar um entendimento, mas vamos construir um caminho para dar mais um passo adiante e termos um atendimento a mais nos municípios de risco alto. Educação é um tema que ainda não vamos mudar essa semana", pontuou o governador. 

COMO ESTÃO AS AULAS

No risco extremo, as atividades educacionais com a presença dos estudantes ficam suspensas por completo, sendo autorizadas apenas as aulas remotas.

No risco alto, o ensino permanece no modelo remoto, tanto na rede privada quanto na pública, porém estão autorizados atendimentos individuais presenciais para que professores possam dar assistência a seus alunos.

No risco moderado, são permitidas atividades com a presença de alunos nos estabelecimentos de ensino, desde que sejam seguidos todos os protocolos de segurança sanitária definidos pelo governo do Estado e as prefeituras. Um desses itens é a manutenção apenas 50% do total de alunos em cada sala de aula. 

MAPA DE RISCO

O atual mapa de risco do Espírito Santo, com vigência a partir desta segunda-feira (03), apontou para a melhoria de alguns indicadores. A Região Metropolitana – Vitória, Serra, Cariacica, Vila Velha, Viana, Fundão e Guarapari – continua em risco alto de transmissão da Covid-19. Ao todo, são 56 cidades que estão em risco alto, 22 em risco moderado e nenhuma em risco extremo ou baixo.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.