ASSINE

Governo do ES prevê orçamento de R$ 20,2 bilhões para 2022

O valor é 7,3% maior do que o planejado para este ano. Pasta da Saúde ficará com maior fatia dos recursos, seguida da Educação

Vitória
Publicado em 27/09/2021 às 15h54
Varanda do Palácio Anchieta foi incorporada durante a reforma feita por Jerônimo Monteiro
Executivo estadual é responsável por fazer a proposta de orçamento. Crédito: Iara Diniz

O governo do Espírito Santo apresentou nesta segunda-feira (27) o Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) para 2022. O orçamento total previsto é de R$ 20,27 bilhões, 7,3% a mais que o planejado para este ano. 

Para 2021, o governo havia estimado um orçamento de R$ 18,9 bilhões. Ao contrário deste ano, em que o valor refletia a retração da economia provocada pela pandemia de Covid-19, para 2022 a perspectiva é de retomada. 

"A gente tem um incremento de 7,3%. É uma variação importante a entendimento de que essa retomada da economia, que já se encontra visível, continue, e a gente já consegue estimar uma variação positiva desse porte", destacou o secretário de Estado da Fazenda, Marcelo Altoé. 

O PLOA é um projeto que estima as receitas e as despesas públicas do Estado. Ele é elaborado pelo Executivo, encaminhado para a Assembleia Legislativa e precisa ser aprovado por maioria de votos. O texto será enviado ao Legislativo estadual ainda nesta segunda-feira. A votação precisa acontecer até o final do ano.

INVESTIMENTOS

Do orçamento de 20,2 bilhões, R$ 18,3 bi - ou seja, 90% - serão para custear o Poder Executivo. A maior parte é referente a gastos com pessoal (R$ 7,7 bilhões). 

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, chama atenção para os investimentos, da ordem de R$ 2,760 bilhões para 2022. São R$ 800 milhões a mais do que foi previsto para 2021, um crescimento de 40%.

"Estamos em um processo crescente de investimentos. É no momento de crise que os investimentos públicos são fundamentais para a gente gerar riqueza em todos os municípios do Espírito Santo, com obras gerando emprego, gerando renda", afirmou. 

SAÚDE RECEBERÁ MAIOR PARTE DOS RECURSOS

De acordo com Duboc, o grande desafio para o próximo ano está na educação pública, devido à pandemia. A Secretaria de Educação tem a segunda maior fatia de recursos previstos para o ano que vem. Segundo o projeto, serão destinados R$ 2,336 bilhões para a pasta que poderão ser usados para construção e ampliação de escolas em tempo integral, além da modernização do ensino em todo o Estado. 

A maior fatia do orçamento é da Secretaria de Saúde: R$ 2,958 bilhões. Dentro desse recurso está prevista a construção do Hospital Geral de Cariacica (que só deve ficar pronto em 2023), a construção de Unidades de Pronto-Atendimento em Colatina e Linhares, a aquisição de equipamentos médicos hospitalares e modernização de hospitais. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
Assembleia Legislativa do ES Governo do ES SESA Investimento Contas Públicas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.