ASSINE

Governador do ES inaugura leitos no Hospital Estadual de Vila Velha

A ideia, inicialmente, é dedicar esses leitos a pacientes que não possuem Covid-19 para aliviar a lotação nos hospitais que tratam confirmados com coronavírus

Publicado em 22/05/2020 às 12h27
Atualizado em 22/05/2020 às 12h27
Governador Renato Casagrande anuncia leitos no Hospital Estadual de Vila Velha
Governador Renato Casagrande anuncia leitos no Hospital Estadual de Vila Velha. Crédito: Reprodução Facebook

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais, nesta sexta-feira (22), para inaugurar nove leitos de enfermaria e 14 leitos de semi-intensivo no Hospital Estadual de Vila Velha, antigo Hospital dos Ferroviários. Ele ainda anunciou mais 10 leitos de UTI para os próximos dias. A ideia, inicialmente, é dedicar esses leitos a pacientes que não possuem Covid-19 para aliviar a lotação nos hospitais que tratam confirmados com o novo coronavírus

De acordo com o governador, o Hospital Estadual de Vila Velha era considerado de baixa complexidade, realizando, por exemplo, cirurgias eletivas (que não precisam ser realizados em caráter de urgência),  cirurgias ortopédicas, e recebendo pacientes no perfil de retaguarda. Agora, a instituição passa a ser considerada de alta complexidade.

"Viemos aqui, simbolicamente, entregar parte dessas obras. O Hospital dos Ferroviários era de baixa complexidade e agora passa a ser de alta complexidade. Estamos entregando nove leitos de enfermaria (de isolamento), 14 leitos semi-intensivo e, daqui a uns dias, 10 leitos UTI. A princípio, o hospital atenderá outras comorbidades sem Covid, mas ajudará a aliviar os hospitais que estão atendendo (casos de) Covid. É uma expansão da nossa rede hospitalar estadual. Isso ajuda muito na gestão dos pacientes no serviço de internar pacientes com Covid, o que alivia outros hospitais", informou. 

Já o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes de Medeiros, que também estava presente na transmissão, afirmou que futuramente o Hospital Estadual de Vila Velha pode ser recrutado para atender casos de pacientes infectados pelo Coronavírus, se necessário.

"Antes (o hospital) não possuía redes de gases, fazia cirurgias eletivas, ortopédicas, e recebia pacientes no perfil de retaguarda. A partir de agora melhoramos a complexidade dessa rede hospitalar. No futuro pode ser um grande hospital de retaguarda da Grande Vitória e, nesse momento da pandemia, também poderá ser recrutado em um segundo momento para também atender (casos de) Covid. Mas nesse momento, ele vai desafogar a Grande Vitória de outras demandas clínicas para poder preparar todo o suporte da rede no enfrentamento a pandemia", afirmou.

"MESMO COM INVESTIMENTO, PESSOAS ESTÃO PERDENDO A VIDA"

Casagrande finalizou a transmissão dizendo que mesmo com os novos leitos hospitalares, muitas pessoas estão perdendo a vida. "Os leitos salvam vidas, mas o que salva mesmo é a disciplina de estarmos isolados, distantes uns dos outros, usando equipamentos necessários. Mesmo com todo esse investimento, muitas pessoas estão perdendo a vida", alertou. 

MUNICÍPIOS TAMBÉM INVESTEM EM LEITOS

Na manhã desta sexta-feira (22) a TV Gazeta informou, através do Bom dia Espírito Santo, que os municípios também estão investindo em leitos. Na Serra foram abertos 22 novos leitos na UPA de Castelândia, sendo 17 leitos de enfermaria e cinco de urgência, com respiradores, voltados para pacientes confirmados ou suspeitos de Covid -19.

Em Cariacica, o PA de Alto Lage possui 13 leitos de enfermaria e dois de isolamento. Além disso, o município conta com sete respiradores, sendo cinco em Alto Lage, um no PA de Bela Vista e um PA de Nova Rosa da Penha. 

Já em Vila Velha, o PA da Glória possui, para adultos, 10 leitos de observação e seis de emergência. Para crianças, são dois leitos de observação e um de emergência. A prefeitura informou que no PA de Cobilândia falta espaço físico para ampliação, mas no local foram criados dois leitos de observação, dois de emergência e há cinco respiradores disponíveis.

Em Vitória, a prefeitura divulgou que possui 14 leitos divididos no PA de São Pedro e Praia do Suá, com 10 respiradores disponíveis.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.