ASSINE

Estados tentam comprar vacinas da Rússia, China e Índia, diz Casagrande

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, afirmou nesta segunda (1) que já realizou reuniões com outros governadores para tratar da aquisição de imunizantes

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 01/03/2021 às 12h38
Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande fez um pronunciamento por volta das 18h desta sexta-feira (26)
Renato Casagrande anunciou a colaboração entre governadores de estados para compra de imunizantes. Crédito: Reprodução | Governo do Espírito Santo

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, anunciou que pretende, junto com governadores de outros estados, adquirir em conjunto novas doses de vacinas contra a Covid-19. Em vídeo divulgado pela assessoria de imprensa nesta segunda-feira (1), Casagrande afirmou que já fez uma reunião com os chefes de Executivo para definir as estratégias de compra dos imunizantes e que, juntos, eles têm checado a disponibilidade de doses com a Rússia, China e Índia. 

Casagrande citou que a ideia dos governadores é tentar buscar fornecedores de vacinas fora dos contratos estabelecidos pelo governo federal, para que seja possível a aquisição de mais imunizantes. O governador ainda divulgou que, nesta terça-feira (2), haverá uma visita à União Química, que produz a vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, na Rússia.

"Estamos tentando, os 27 governadores, buscar fornecedores de vacinas fora daqueles contratos que o governo federal já tem, para que a gente possa comprar mais vacinas, esse é o nosso desejo. Nesta terça-feira, vamos fazer uma visita à União Química, que produz a Sputnik, para ver se existe alguma perspectiva, alguma possibilidade de eles ampliarem a oferta de vacinas para o Brasil", disse.

Casagrande ainda garantiu que, caso o Ministério da Saúde - que é responsável pela aquisição e distribuição de vacinas, além do cumprimento do Plano Nacional de Imunização (PNI) - não tenha capacidade de adquirir os imunizantes, os estados podem comprar diretamente as doses.

"Estamos em contato, através do governador Wellington Dias, do Piauí, com embaixador da China, com o embaixador da Índia, marcando conversas com eles para que a gente possa ver fornecedores desses países, acrescentando àquilo que o governo federal já comprou, se tem mais vacinas para ofertar à população brasileira através da compra dos governadores", completou.

Além da iniciativa independente dos estados, Casagrande pontuou também a participação empresarial na negociação para a compra de imunizantes, sem dar mais detalhes da participação efetiva do setor privado. 

Além dos governadores e empresas, prefeitos também se articulam para garantir mais imunizantes. Às 16 horas desta segunda (1), gestores de várias cidades do Brasil se reunirão para definir a construção de um consórcio municipal para aquisição de vacinas.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.