ASSINE

Espírito Santo tem o sexto pior índice de isolamento social do Brasil

Apenas 37% dos capixabas têm cumprido a recomendação de ficar em casa para conter a pandemia do novo coronavírus; cenário mais crítico é o de Tocantins

Publicado em 26/06/2020 às 20h19
Praias e quiosques cheios durante a pandemia
Apesar da pandemia, praias e quiosques cheios viraram um cenário comum nas últimas semanas no ES. Crédito: Fernando Madeira

O índice de isolamento social do Espírito Santo é o sexto pior do Brasil. Nesta quinta-feira (25), apenas 37% dos capixabas ficaram em casa – taxa que também está abaixo da média nacional (38,3%) para a data. As informações são da Inloco, uma empresa de tecnologia que atua no ramo de geolocalização.

Considerando todo o país, o Estado capixaba só aparece atrás de TocantinsGoiásMinas GeraisMaranhão e Mato Grosso do Sul – cujos índices variaram entre 36,3% e 36,94%. Até São Paulo, epicentro nacional da doença, apresentou um isolamento social ligeiramente melhor: de 37,2%.

Durante a última semana, com exceção do domingo (21), nenhum Estado chegou a ter metade da população em casa. O isolamento social é a estratégia apontada por especialistas como a mais eficaz para combater a pandemia do novo coronavírus e o ideal é que fosse superior a 70%.

Nesse mesmo período, o Acre foi o que apresentou melhor desempenho, com o índice quase sempre acima de 42%. Como de costume, os níveis de isolamento social apresentaram uma melhora no último final de semana, únicos dois dias em que o Espírito Santo superou a marca dos 40%.

10% A MENOS QUE OS DADOS OFICIAIS

Em comparação com as informações divulgadas pelo Governo Estadual, a diferença no índice de isolamento social desta quinta-feira (25) supera os dez pontos percentuais. Para a data, os dados oficiais apontam 48,34% dos capixabas em casa. Já nesta sexta-feira (26), o índice caiu para 45,94%.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.