ASSINE

ES terá Dia D no sábado (28) para vacinação contra gripe e sarampo

Campanha de vacinação começou nesta segunda-feira (23) e vai até o sábado (28), quando acontece o Dia D

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 24/05/2022 às 13h28

Devido aos baixos índices nas coberturas vacinais das campanhas de vacinação contra o sarampo e influenza, a Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa) vai realizar, entre os dias 23 e 28 de maio, uma mobilização para aumentar o número de vacinados.

Crianças e adultos têm deixado de se vacinar
Objetivo é aplicar 70 mil doses somente no sábado. Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A campanha acontece em todos os 78 municípios do Estado, sendo que cada um deve trabalhar a temática da vacinação visando o reforço das informações à população para melhoria da cobertura vacinal.

DIA D

No último dia da campanha, acontece o Dia D de mobilização, em todas as salas de vacinação do Estado. A expectativa é ultrapassar as doses aplicadas no último dia D, realizado em 30 de abril. Na ocasião, foram mais de 60 mil doses aplicadas, entre Sarampo, Gripe, Covid-19 e outras vacinas.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, o objetivo do Dia D é bater o número de doses aplicadas na campanha passada. ”Com as ações que os municípios vão desenvolver ao longo da semana, queremos chegar no dia 28 com cerca de 70 mil doses aplicadas somente no sábado”.

“A orientação é que os profissionais aproveitem a oportunidade deste dia para ofertar não só a vacina da Covid-19, mas também demais vacinas da rotina da criança, adolescente e de toda família”, explicou.

QUEM PODE SE VACINAR NO DIA D

Na campanha de Influenza, fazem parte dos públicos-prioritários:

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
  • Idosos;
  • Gestantes e puérperas;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Indígenas;
  • Professores;
  • Pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores de transporte coletivo urbano e de longo curso;
  • Trabalhadores portuários;
  • Forças de Segurança e Salvamento;
  • Forças Armadas;
  • Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade;
  • População privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas;
  • Pessoas em situação de rua.

Na campanha de Sarampo, fazem parte dos públicos-prioritários crianças de seis meses a menores de cinco anos e trabalhadores da saúde. Já para a Covid-19, a vacinação acontece para todos, a partir dos 5 anos de idade. Vale destacar que pessoas com atraso na vacinação contra a Covid-19 também podem procurar o serviço de saúde para completar o sistema vacinal.

Além disso, a orientação da Sesa é que pais e responsáveis levem a carteira de vacinação dos filhos para que os profissionais possam verificar se há doses a serem atualizadas. O estado também está disponibilizando vacinas contra a Meningite C para adolescentes de 13 a 19 anos que ainda não se vacinaram contra a doença.

Todas as doses podem ser administradas de maneira simultânea, exceto para crianças de 5 a 11 anos que, caso recebam a vacina da covid-19, precisam aguardar 15 dias para receber outra vacina.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Sarampo SESA Vacinas contra a Covid-19 Campanha de vacinação Vacina contra gripe

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.