ASSINE

ES tem quase todos os municípios no risco baixo para a Covid-19

Com a redução da taxa de ocupação dos leitos de UTI, associada à melhoria de outros indicadores, 75 cidades entram no menor nível de risco para a doença

Publicado em 18/09/2020 às 20h36
Atualizado em 18/09/2020 às 23h30
23º Mapa de risco: Espírito Santo tem 75 municípios no menor nível de contaminação da Covid-19
A partir de segunda-feira, Espírito Santo estará com 75 municípios no menor nível de contaminação da Covid-19. Crédito: Divulgação/Governo do ES

Desde que o governo do Estado instituiu a matriz de risco para a Covid-19 há cinco meses, o mapa do Espírito Santo estará, pela primeira vez, quase todo verde – o que indica o menor nível de risco de contaminação da doença. A partir desta segunda-feira (21), 75 cidades terão menos restrições para as atividades econômicas e sociais, conforme estabelecido na estratégia de convivência com a pandemia.

O Estado também se manteve sem nenhum município em risco alto, identificado pela cor vermelha, como no mapa vigente nesta semana. No risco moderado, a redução foi expressiva, passando de 39 para apenas três cidades: Montanha, no Norte, e São José do Calçado e Ibatiba, no Sul do Estado, que estão pintadas de amarelo no mapa do Espírito Santo.

Os dados foram apresentados pelo governador Renato Casagrande (PSB), em pronunciamento na noite desta sexta-feira (18). Apesar do tom de otimismo com a ampliação de municípios em risco baixo, o governador ressaltou a necessidade de a população continuar contribuindo para controle e prevenção da doença. 

"Risco baixo não é ausência de risco. Podem funcionar todas as atividades, sem restrição de horário, mas o cuidado tem que ter, o protocolo tem que ser cumprido (uso de máscara e distanciamento social), e a não aglomeração que não estamos permitindo", ressaltou.

LEITOS

A nova classificação é resultado da redução da taxa de ocupação dos leitos de UTI, que agora está em 47% das vagas prováveis para a Covid-19, na menor faixa de vulnerabilidade da matriz de risco, que varia de zero a 50%. Somado a esse fator, a melhoria dos indicadores dos municípios – diminuição da média móvel de óbitos e de casos ativos (pessoas que podem transmitir a doença) e aumento da testagem dos moradores – contribuiu para o mapa do Espírito Santo mudar de cor.

No primeiro mapa divulgado, em 20 de abril, a maioria dos municípios apresentava risco baixo, ou seja, era verde, mas havia uma concentração de cidades em risco alto e moderado na região metropolitana e cidades vizinhas. À medida que o coronavírus era disseminado, o mapa foi mudando de cor, chegando ao ponto mais crítico na semana de 13 de julho, quando estava predominantemente vermelho. Para cada fase, visando ao controle da doença, foram definidos protocolos de segurança e medidas de restrição de atividades.

Evolução do risco da Covid-19 no Espírito Santo ao longo dos últimos cinco meses
Evolução do risco da Covid-19 no Espírito Santo ao longo dos últimos cinco meses. Crédito: Divulgação/Governo do ES

Hoje, nos municípios em risco baixo, não há, por exemplo, limite de dias e horários para funcionamento de estabelecimentos comerciais. Nos de risco moderado, entretanto, os restaurantes só podem funcionar até as 18 horas e as lojas de rua têm horário limitado no sábado. Bares não estão autorizados a abrir. 

Mas, independentemente da classificação de risco do município, algumas orientações valem para todos os segmentos, tais como a obrigatoriedade do uso de máscaras e a disponibilização de álcool em gel para os funcionários e os clientes, bem como respeito a todas as medidas sanitárias estabelecidas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

"Enquanto não tivermos a vacina, ainda precisaremos conviver com o vírus. Enquanto não tivermos a vacina, infelizmente, ainda poderemos conviver com óbitos. Enquanto não tivermos vacina, vamos ter que continuar seguindo protocolos e peço a ajuda de todos para continuar obtendo vitórias como a de hoje, com o aumento do número de municípios em risco baixo", concluiu o governador.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.