ASSINE

ES recebe novo lote com 24 mil vacinas para crianças contra a Covid-19

Remessa com 24.100 doses da vacina da Pfizer chegou ao Aeroporto de Vitória por volta das 0h15 desta terça-feira (18) para começar a vacinar crianças de 9 anos

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 18/01/2022 às 08h28
Nova remessa de 24.100 doses de vacinas pediátricas da Pfizer/BioNTech
Nova remessa de 24.100 doses de vacinas pediátricas da Pfizer/BioNTech. Crédito: Divulgação/Sesa

Espírito Santo recebeu um novo lote com 24.100 vacinas pediátricas da Pfizer contra a Covid-19. As doses chegaram ao Aeroporto de Vitória por volta das 0h15 desta terça-feira (18) e foram encaminhadas para a Central de Rede de Frios da Secretaria da Saúde de Estado (Sesa), de onde serão distribuídas aos municípios.

Lote com 24.100 doses da vacina da Pfizer chegou ao ES na madrugada desta terça (18)
Lote com 24.100 doses da vacina da Pfizer chegou ao ES na madrugada desta terça (18). Crédito: Divulgação/Sesa

A expectativa do governo do Estado é que, com o recebimento dessa nova remessa, seja possível iniciar a vacinação de crianças com 9 anos de idade. A aplicação das doses está sendo feita em ordem decrescente de idade, ou seja, dos mais velhos para os mais novos, dando prioridade para crianças com comorbidades, indígenas e quilombolas.

A vacinação de crianças no Espírito Santo teve início no sábado (15), com o pequeno Arthur da Silva Marinho, de 6 anos, sendo o primeiro a receber o imunizante pediátrico. O menino é morador da aldeia Nova Esperança, em Aracruz, e foi ao local acompanhado da família.

Arthur da Silva Marinho, de 6 anos, foi a primeira criança a ser vacinada contra a Covid-19 no Espírito Santo; ele é moradora da aldeia Nova Esperança, em Aracruz
Arthur da Silva Marinho, de 6 anos, foi a primeira criança a ser vacinada contra a Covid-19 no Espírito Santo; ele é moradora da aldeia Nova Esperança, em Aracruz. Crédito: Carol Monteiro

A imunização das crianças no Estado começou abrangendo crianças indígenas, quilombolas, com deficiência permanente, com alguma comorbidade ou que já tinham 11 anos completos.

Nésio Fernandes

Secretário da Saúde de Estado

"Queremos fazer um apelo aos papais e às mamães: vacinem seus filhos e confiem na ciência para protegê-los de uma doença que é letal e que tem representado a principal causa infectocontagiosa de internação de crianças no país"

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (17), o secretário Nésio Fernandes reforçou que a vacina da Pfizer é segura, eficaz contra o coronavírus e aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), se mostrando como a "principal medida de cuidado e carinho com os filhos".

Atualmente, o Espírito Santo possui aproximadamente 393 mil crianças com idades entre cinco e 11 anos, aptas para receberem a vacina contra a Covid-19. A princípio, a imunização será feita com duas doses da vacina pediátrica da Pfizer (de rótulo laranja), aplicadas com um intervalo de oito semanas.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.