ASSINE

Engenheiro que morreu em acidente com tirolesa deixa dois filhos

A morte aconteceu na tarde deste sábado (1), no Morro do Moreno.  Vítima era casada, morava em Vila Velha e deixa um menino e uma menina

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 02/05/2021 às 11h16
João Paulo Reis morreu após acidente na tirolesa do Morro do Moreno, em Vila Velha
João Paulo Reis morreu após acidente na tirolesa do Morro do Moreno, em Vila Velha. Crédito: Reprodução redes sociais

O homem que morreu em um acidente na tirolesa do Morro do Moreno, em Vila Velha, na tarde deste sábado (01), foi identificado como sendo o engenheiro e despachante João Paulo Sampaio dos Reis, de 47 anos. A vítima era casada, morava  na mesma cidade e deixa dois filhos, um menino e uma menina.

Segundo uma testemunha, que preferiu não se identificar,  o engenheiro estava acompanhado dos filhos, que desceram antes dele no equipamento. Quando chegou a vez do engenheiro, a tirolesa não freou e ele caiu.

"Vimos o Corpo de Bombeiros chegando e pensamos ser acidente. Logo depois, uma menina que estava com a gente recebeu um áudio de um rapaz que estava na tirolesa, contando o que tinha acontecido. Ele estava com outro homem que pediu para fazer uma filmagem. Nisso, essa pessoa que morreu estava com as filhas, que desceram na frente. E quando ele foi descer, em vez de dar uma paradinha de rotina na tirolesa, acabou indo direto para frente e caiu", contou.

Segundo o tenente Magnago, do Corpo de Bombeiros, chefe de operações que acompanhou a ocorrência, o homem foi avistado caído no ponto à frente da tirolesa. "Chegando ao local encontrei uma pessoa caída logo pra frente do ponto da tirolesa. Acionamos a Polícia Civil para nos apoiar na perícia. A polícia confirmou que não havia sinais vitais na vítima. O homem aparentava ter entre 40 a 42 anos", disse.

Os responsáveis pela tirolesa não quiseram falar com a imprensa na noite de sábado (1). Afirmaram que só vão falar com as autoridades responsáveis, por enquanto. Aos Bombeiros, disseram que não sabem o que causou o acidente.

Na madrugada deste domingo (2), a empresa publicou um posicionamento nas suas redes sociais em que lamentou o ocorrido, se diz disposta a ajudar a família da vítima e informou que aguardam a perícia. "É com muito pesar que confirmamos a fatalidade noticiada pelos órgãos de imprensa nesse sábado, 01/05/2021 na tirolesa no Moreno. Querendo esclarecer a sociedade capixaba sobre o ocorrido, mas ainda impossibilitados, precisamos aguardar análise da perícia que apontará a causa do acidente", diz trecho da publicação.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.