ASSINE

Criança morre afogada em represa no Norte do Espírito Santo

Segundo o Corpo de Bombeiros, a menina foi retirada da água por moradores e teria ficado cerca de 30 minutos submersa. A morte foi confirmada no local

Tempo de leitura: 2min
Linhares
Publicado em 17/01/2022 às 11h12
Bombeiros confirmaram a morte da criança afogada
Bombeiros confirmaram a morte da criança afogada. Crédito: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Uma criança de 10 anos morreu afogada em uma represa que fica entre os municípios de São Mateus e Jaguaré, no Norte do Espírito Santo, na tarde deste domingo (16). Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, a menina já havia sido retirada da água por moradores, após ficar cerca de 30 minutos submersa.

O óbito foi confirmado pela corporação. A Perícia da Polícia Civil foi acionada para investigar a ocorrência. Não há informações sobre como a criança entrou na água.

A PC, por nota, informou que o caso foi registrado como morte acidental. O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares, para ser identificado e ser feito o exame cadavérico.

Este vídeo pode te interessar

CORPO É ENCONTRADO BOIANDO EM RIO

O corpo de um homem foi encontrado boiando no Rio Cricaré em Nova Venécia, no Noroeste do Espírito Santo, também na tarde de domingo. Segundo peritos da Polícia Civil, a vítima tinha sinais de que sofreu pancadas na cabeça. Estava com ela um celular e R$ 17,00.

Uma testemunha relatou para a Polícia Militar que visualizou o corpo boiando no meio do rio. Com a ajuda de amigos, com bote e remo, trouxeram o cadáver às margens.

O caso foi registrado pela Polícia Civil como encontro de cadáver e o procedimento foi encaminhado para a Delegacia Regional de Nova Venécia, que aguarda o resultado dos exames para definir se haverá instauração de inquérito, caso seja constatada morte violenta, explicou a PC, em nota.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina para ser identificado e ser feito o exame cadavérico, que irá apontar a causa da morte. O prazo para sair o resultado é de 10 dias, que pode ser prorrogado por mais 10 dias.

Em casos que são solicitados exames laboratoriais, o resultado pode demorar mais, principalmente quando necessita de DNA, em 30 dias, e de histopatológico, entre 60 e 90 dias, informou a PC.

*Com informações de Rosi Bredofw, da TV Gazeta Norte

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.