ASSINE

Coronavírus: mortes caem 31,67% na primeira quinzena de setembro no ES

De acordo com os dados divulgados pela Sesa, foram 218 óbitos nos primeiros quinze dias de setembro contra 319 no mesmo período em agosto; número de novos casos também apresentou redução

Publicado em 15/09/2020 às 18h00
Atualizado em 15/09/2020 às 20h02
Pessoas praticam atividades físicas na Praia da Costa durante a pandemia do novo coronavírus
Pessoas praticam atividades físicas na Praia da Costa durante a pandemia do novo coronavírus. Crédito: Fernando Madeira

O número de mortes causadas pelo novo coronavírus apresentou redução na primeira quinzena de setembro. De acordo com a última atualização do Painel Covid-19, ferramenta da Secretaria do Estado de Saúde (Sesa), realizada nesta terça-feira (15), o Espírito Santo registrou 218 óbitos causados pelo vírus nos primeiros quinze dias do mês, uma diminuição de 31,67% em relação ao mesmo período em agosto.

Nos primeiros quinze dias do mês passado, foram contabilizadas 319 mortes em decorrência da Covid-19. Em setembro, portanto, foram registrados  101 óbitos a menos no Estado em comparação com o mesmo período do mês anterior.

O número de casos também apresentou decréscimo; na primeira quinzena de agosto, foram 15.473 casos de coronavírus registrados pela Sesa, enquanto em setembro, até esta terça-feira (15), 9.711 pessoas contraíram a doença no Espírito Santo.

No total, o Estado possui 120.974 casos de coronavírus e 3.376 mortes causadas pela Covid-19 até o momento, segundo a Sesa. 110.622 pessoas já foram consideradas curadas da Covid-19 e a taxa de mortalidade está em 2,8%. O número de testes realizados e de 343.943 em todo o Estado.

REDUÇÃO DA TAXA DE TRANSMISSÃO

Outro índice que apresentou queda em todo o Espírito Santo foi a taxa de transmissão do coronavírus. Os dados, apresentados durante coletiva de imprensa da Secretaria do Estado de Saúde (Sesa) nesta segunda-feira (14), apontam que, tanto no interior do Estado quando na Grande Vitória, o indicador está abaixo de um, o que representa menor risco de contágio para a população.

No momento, no Estado, a taxa está em 0,48, o que significa que é preciso reunir, em média, dois infectados para passar a doença a outra pessoa. No levantamento anterior, o Espírito Santo apresentava Rt de 0,78. O comparativo é referente as semanas de 21 e 28 de agosto.

No mesmo período, a taxa de transmissão na Grande Vitória passou de 0,72 para 0,27, enquanto o interior teve redução de 0,82 para 0,6.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.