ASSINE

Como será a disputa de vagas para disciplinas do ensino médio no ES? Entenda

Cronograma para rematrícula, transferências internas e pré-matrículas na rede estadual de ensino, em 2022, já foi divulgado. Entre as mudanças está a possibilidade de o aluno escolher o que pretende estudar

Vitória
Publicado em 08/11/2021 às 07h33

O Novo Ensino Médio entra em vigor no ano que vem com uma grande mudança: os alunos passarão a escolher as disciplinas que tem interesse de cursar dentro desse novo currículo no segundo e terceiro ano.

No Espírito Santo, as vagas serão disponibilizadas tanto em escolas regulares quanto escolas em tempo integral, que terão um período maior dedicado às atividades diferenciadas do itinerário formativo.

Em preparação para o novo ensino médio, carga horária já foi ampliada na ree estadual do Espírito Santo
Em preparação para o novo ensino médio, carga horária já foi ampliada na rede estadual do Espírito Santo. Crédito: Sedu/ Divulgação

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) informou que os alunos ingressantes na 1ª série do ensino médio deverão escolher o itinerário de aprofundamento de sua preferência, dentre aqueles que a escola planeja ofertar. Além disso, o estudante terá acesso ao guia para sua jornada no Novo Ensino Médio Capixaba. Esse material ajudará o estudante a identificar as áreas de estudo com o qual tem mais afinidade. (Veja no quadro abaixo as opções)

ITINERÁRIOS DO ENSINO MÉDIO

  • Mídias Digitais: Linguagens em Ação;
  • Educação Financeira e Fiscal;
  • Terra, Vida e Cosmo;
  • Modernização, Transformação Social e Meio Ambiente.
  • Humanidades e Relações Socioambientais;
  • Narrativas Socioliterárias: Literatura, Arte e Ciências Humanas Descrevem o Mundo;
  • O esporte, a Ciência e suas Linguagens;
  • Energias Renováveis e Eficiência Energética;
  • Aspirações Docentes.
  • Formação Técnica e Profissional.

Apesar de a escolha ser feita quando os estudantes entrarem no primeiro ano, será possível trocar as disciplinas quando no período da rematrícula em 2023. 

De modo geral, cada escola ofertará de dois a quatro itinerários diferentes. O estudante deverá escolher apenas um. Questionada qual o limite de vagas para cada área, a Sedu informou que a oferta dependerá da capacidade de turmas em cada uma das escolas, da localização da instituição de ensino e da quantidade de unidades escolares por município.  

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, destacou que, assim como nos demais níveis de ensino, há alguns critérios que estabelecem uma ordem de prioridade quanto à alocação de vaga. Ao todo, são quatro pontos, que seguem a seguinte ordem: alunos da Educação Especial; proximidade da residência do aluno com a escola de interesse; grupo de irmãos que já estão matriculados naquela unidade de ensino; e o quarto e novo fator que é a escolha do itinerário de aprofundamento.

A carga horária mínima da modalidade de ensino, independente da série do ensino médio, será de, no mínimo, mil horas. O primeiro ano de estudos será dedicado à formação geral básica (as disciplinas já conhecidas, tais como Português e Matemática) e, os demais ao aprofundamento em áreas específicas, com conteúdos diversificados.

CRONOGRAMA PARA INGRESSO NA REDE ESTADUAL DE ENSINO

O cronograma para rematrícula, transferências internas e pré-matrículas para inserção na rede estadual de ensino, em 2022, foi divulgado nesta quarta-feira (3) pela Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

Estudantes que já fazem parte da rede estadual de ensino poderão solicitar uma vaga para o próximo ano a partir desta quinta-feira (4), por meio do Sistema Estadual de Gestão Escolar (Seges). Veja o cronograma completo:

  • 04/11 a 30/11: rematrícula e transferência interna 
  • 01/12 a 22/12: pré-matrícula 
  • Até 04/01: divulgação dos resultados 
  • 05/01 a 14/01: efetivação das matrículas 
  • 15/01 a 12/02: chamamento de suplentes, em escolas que apresentarem séries e anos com vagas

No total, serão ofertadas 281 mil vagas nos diferentes níveis de ensino (fundamental, médio e EJA), inclusive em escolas de tempo integral.

Para realização da matrícula, é preciso confirmar não apenas o número de CPF da mãe ou responsável, como também do aluno. Assim, é preciso se programar para evitar transtornos.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Educação Sedu Ensino Médio Educação Ensino Ensino Fundamental

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.