ASSINE

Cariacica e Guarapari permanecem com "risco moderado" para Covid

As duas cidades são as únicas da região metropolitana que ainda não conseguiram baixar a letalidade. Com isso, comércio e restaurantes funcionam com restrições

Publicado em 11/09/2020 às 21h06
Atualizado em 11/09/2020 às 21h10
Comércio na Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande
Comércio na Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande, Cariacica. Crédito: Fernando Madeira

Quase todas as cidades da região metropolitana estarão na classificação do risco baixo de contaminação pelo novo coronavírus a partir de segunda-feira (14). O "quase" é porque Cariacica e Guarapari ainda estarão no risco moderado, classificação que ainda conta com restrições às atividades. 

O novo mapa de risco mostra que 39 cidades capixabas estão no nível moderado e as outras 39 no risco baixo. O Espírito Santo não terá nenhum município classificado no risco alto pela primeira vez desde o início da pandemia. 

Na região metropolitana, Vitória e Serra continuarão no risco baixo e serão acompanhadas de Viana e Vila Velha

Já Cariacica e Guarapari continuam no risco moderado, o que as mantém com restrições, como:

  • Comércio: horário de funcionamento limitado, de 10h às 16h, de segunda a sexta-feira, e de 9h às 15h, no sábado;
  • Shopping: funcionamento de segunda a sábado, com horário de 12h às 20h;
  • Restaurante: funcionamento somente até às 18 horas;
  • Bares: proibidos.

De acordo com Painel Covid-19, Cariacica é a quarta cidade com maior número de registros, tendo 11.129 casos confirmados de infectados e 429 mortos pela doença. Já em  Guarapari foram contabilizados 3.095 infectados e 104 óbitos. 

"Estamos melhorando, mas precisamos tomar cuidado. Perdemos cerca de 12 vidas por dia, ainda, mesmo com todo esforço de atendimento às pessoas. Ainda é muita gente e já perdemos mais de 3 mil pessoas, por isso pedidos distanciamento e uso de máscaras. O que queremos é, em breve, anunciar que não tivemos nenhum óbito", pontuou Casagrande. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.