ASSINE

Alinhamento de cinco planetas poderá ser visto a olho nu em junho no ES

O fenômeno é raro: a última vez que esta conjunção de cinco planetas aconteceu foi em dezembro de 2004, e, a expectativa é de que só aconteça de novo em 2040

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 10/06/2022 às 11h50

O céu está ainda mais brilhante. Isso porque, durante todo o mês de junho, cinco planetas estão alinhados e visíveis a olho nu. O espetáculo tem como protagonistas os planetas que estão mais próximos da Terra, sendo eles Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno.

Imagem da Nasa indica posição de Vênus, Lua, Marte, Júpiter, Saturno e da estrela Fomalhaut.
Imagem da Nasa indica posição de Vênus, Lua, Marte, Júpiter, Saturno e da estrela Fomalhaut. Crédito: Nasa/JPL-Caltech (via BBC)

Dos cinco planetas, Mercúrio é o mais difícil de ser observado por causa de sua proximidade com o Sol. Porém, no decorrer do mês, o planeta se afastará do Astro gradualmente, facilitando sua a visualização. O melhor dia para ver todos os planetas é em 24 de junho, quando Mercúrio estará mais distante do Sol, podendo ser visto até uma hora antes do amanhecer.

De acordo com Julio Fabris, professor titular do Departamento de Física, Coordenador do Programa de pós graduação em Astrofísica, Cosmologia e Gravitação (PPGCosmo) e do Núcleo de Astrofísica e Cosmologia (Núcleo Cosmo), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), o evento poderá ser visto em todo o Espírito Santo, a olho nu. Porém, ele alerta que, para uma melhor visualização, o melhor momento para observar o céu é pouco antes do nascer do Sol.

Fabris ainda dá dicas para que todos saibam distinguir os planetas. "Vênus e Júpiter têm um grande brilho e, por isso, são mais fáceis de serem localizados. Saturno é menos brilhante, mas também é facilmente identificável. Já Marte pode ser identificado pela sua cor vermelha. Mercúrio, que é o mais difícil de se enxergar, também possui uma cor avermelhada, o que ajuda na identificação", afirmou.

O fenômeno é raro: a última vez que esta conjunção de cinco planetas aconteceu foi em dezembro de 2004, e, a expectativa é de que só aconteça de novo em 2040.

Além do fenômeno, em 23 de junho, a Lua estará localizada entre Vênus e Marte. Por isso, será possível admirar seis corpos celestes alinhados no céu.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.