ASSINE

Afetado pela pandemia, projeto Tamar retoma as atividades em Vitória

Depois de quatro meses sem visitas de grupos escolares e de turistas, projeto de conservação marinha criou novas alternativas para a visitação, e pede apoio do público para recuperar a arrecadação

Publicado em 16/08/2020 às 13h49
Atualizado em 16/08/2020 às 13h49
Visitação ao Projeto Tamar, em Vitória, com novos protocolos
Visitação ao Projeto Tamar, em Vitória, com novos protocolos de segurança. Crédito: Divulgação/Projeto Tamar

Após ter ficado quatro meses fechado, o Centro de Visitantes do Projeto Tamar, na Praça do Papa, em Vitória, retomou as visitações, em um novo formato, para se recuperar o impacto causado pela pandemia da Covid-19. O local, que recebia entre 4 e 5 grupos de escolas por semana, e registrava bastante movimento de turistas todos os dias, teve sua estrutura de arrecadação afetada nos últimos meses, tendo que passar, inclusive, por adequações e cortes. 

É principalmente por meio das vendas que  o projeto consegue alavancar todo o programa de pesquisa e de conservação ambiental e inclusão social. Segundo a gestora do Projeto Tamar de Vitória, Denise Rieth, foi necessário mudar a estratégia de trabalho e reduzir equipes. Em Vitória, onde havia mais de 15 funcionários, foi possível manter somente 5.

"Grande parte do recurso que mantém o projeto vem da visitação na bilheteria, em que recebemos muitas escolas, turistas e contamos com as vendas dos produtos feitas na loja. Temos duas confecções próprias, uma em Regência e outra em Sergipe, onde produzimos os produtos, que faz parte da autossustentação do projeto, mas com as lojas e o centro de visitação fechados, as confecções tiveram que reduzir equipe porque a produção caiu", conta.

Visitação ao Projeto Tamar, em Vitória
Público pode apoiar o Projeto Tamar, em Vitória, por meio da visitação. Crédito: Divulgação/Projeto TamarDivulgação/Projeto Tamar

Ela detalha que o Centro não corre o risco de fechar, mas que é necessário o apoio do público para ampliar as visitas, que foram retomadas de maneira diferenciada, e respeitando protocolos de distanciamento. O parque ainda está abrindo de quarta à sexta, devido ao decreto do governo que ainda impede a abertura aos fins de semana, exige o uso de máscaras e diminuiu a capacidade de pessoas de 100 para no máximo 40 a cada hora.

Segundo Denise, também é possível agendar visitas guiadas especiais, para grupos familiares de até 10 pessoas. "A pessoa pode visitar somente com sua família, aquelas pessoas que já está convivendo na quarentena, e ser acompanhada por um biólogo, que dá todas as explicações, além de poder alimentar e dar banho nas tartarugas", explica.

Visitação ao Projeto Tamar, em Vitória
Visitação ao Projeto Tamar, em Vitória, tem protocolos de segurança. Crédito: Divulgação/Projeto Tamar

Este tipo de visita tem duração de 1h30, e o ingresso custa R$ 50 a inteira e R$ 25 a meia-entrada, para estudantes, professores e idosos. Crianças menores de 5 anos não pagam. O agendamento ode ser feito pelo telefone 3225-3787. A visita normal tem o custo de R$ 16 a inteira e R$ 8 a meia.

"A forma que o público tem para ajudar o projeto é voltando a visitar, ao se sentir seguro, comprando produtos em nossa loja virtual, que movimenta a confecção e a loja. Nós conseguimos passar pela pior etapa, então agora contamos com este apoio", afirma a gestora do Projeto.

O Projeto Tamar é reconhecido no mundo todo pelo trabalho de conservação das tartarugas marinhas, desenvolvendo ações de pesquisa e manejo das espécies ameaçadas de extinção.

FUNCIONAMENTO

  • Onde fica: Av. Nossa Senhora dos Navegantes, nº 700, Praça do Papa, Vitória
    Funcionamento: de quarta a sexta-feira, das 12h às 16h
    Ingressos: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia), e crianças menores de 5 anos não pagam
    Visitas especiais para grupos por agendamento:  (27) 3225-3787

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.