ASSINE

Live de grupo de pagode Aglomerou é interrompida por tiroteio em Angra

Polícia invadiu a área durante operação policial e músicos apareceram abaixados saindo do gramado da mansão após ouvirem som de tiros

Publicado em 27/07/2020 às 08h35
Atualizado em 27/07/2020 às 08h35
Live grupo de pagode Aglomerou é interrompida por tiroteio em Angra dos Reis, litoral Sul do Rio de Janeiro; músicos saíram abaixados de gramado de mansão após ouvirem sons de tiros
Live grupo de pagode Aglomerou é interrompida por tiroteio em Angra dos Reis, litoral Sul do Rio de Janeiro. Crédito: Reprodução/Twitter @Dudu

Uma live do grupo de pagode Aglomerou acabou sendo interrompida por tiroteio na tarde deste domingo (26), durante operação policial que acontecia em bairro de Angra dos Reis, litoral Sul do Rio de Janeiro.

Em vídeo que acabou viralizando na web, os músicos Diego, João Victor, Bruno, Dener e Ronan aparecem cantando, quando começam a ouvir sons de tiros e policiais civis invadem a casa. Assustados, os músicos aparecem se abaixando na gravação e saem do gramado procurando abrigo.

Algumas horas depois, no perfil oficial da banda no Instagram, eles postaram um vídeo para tranquilizar os fãs. "Galera, estamos bem, está tudo bem. Está acontecendo uma operação policial em uma casa bem próxima aqui do espaço. Então, ocorreu esse fato, mas está todo mundo bem", avisou o vocalista. 

"Não tem nenhum vínculo com o espaço. Não tem problema nenhum com quem estava aqui dentro da live. Estão é isso aí, está tudo certo. A gente vai remarcar a live porque a gente está meio sem clima para fazer", finalizou explicando. 

Ver essa foto no Instagram

Tá tudo bem!

Uma publicação compartilhada por Grupo Aglomerou (@aglomerouoficial) em

A Gazeta integra o

Saiba mais
Rio de Janeiro (RJ)

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.