ASSINE

Literatura produzida no ES ganha destaque em canal do YouTube

O projeto “Livros por Lívia” está trazendo vídeos sobre a literatura atual, incluindo diversos autores capixabas

Publicado em 24/05/2020 às 09h01
Atualizado em 24/05/2020 às 14h18
Lívia Corbellari
Lívia Corbellari em making off de vídeo para o seu canal no YouTube, "Livros Por Lívia". . Crédito: Divulgação/ Livros Por Lívia

A iniciativa da escritora e jornalista Lívia Corbellari surgiu em 2013. O projeto “Livros por Lívia” visa o incentivo e a divulgação da literatura no Brasil. Nele são produzidas resenhas e entrevistas, com foco na produção literária no Espírito Santo. Além disso, são desenvolvidos eventos, como lançamento de livros, conferências e saraus que reúnem autores da região.

Numa nova etapa da atividade, a produtora de conteúdo passou a fazer vídeos para o canal do YouTube do projeto. Por lá, são feitas análises de obras da literatura contemporânea, com destaque para os livros de autoria capixaba.

A escolha pela nova plataforma foi por considerá-la um meio melhor de se expressar. “Acho que a comunicação hoje em dia está passando muito pelo vídeo. É uma forma de atingir outros públicos”, explica a agora youtuber.

A mais recente produção do canal trata do romance local “Quiche”, de João Chagas. A história publicada pela Editora Pedregulho aborda o processo criativo da escrita, a amizade, cumplicidade e outras diversas formas de resistir na atualidade. O livro se passa, embora não sejam dadas muitas pistas, no que parece ser um momento posterior e um sistema bem diferente do atual.

O primeiro vídeo também foi sobre um livro que se passa em um futuro próximo: “Corpus Delicti”, da alemã Juli Zeh. A obra de 2013 é uma distopia que fala sobre um regime totalitário baseado no controle da saúde dos indivíduos após uma pandemia. Uma história que se cruza com a realidade de hoje, devido ao novo coronavírus.

ESCOLHA

Sobre as escolhas das obras que serão analisadas nos vídeos, Lívia Corbellari destaca que a mistura de escritores estrangeiros com brasileiros é uma forma de não hierarquizar a literatura contemporânea. “Há escritores e escritoras talentosos em todos os lugares do mundo”, explica.

Apesar de, a princípio, estar focada nas críticas literárias por vídeo, a jornalista revelou pretender explorar futuramente diferentes propostas no canal. “Em breve, quero começar outros quadros, como entrevistas e cobertura de eventos”, comentou.

A escritora do livro de poesias “Carne Viva” também está organizando lives com autores durante a pandemia. Os encontros ainda não têm data marcada, mas Corbellari garante que logo mais estará divulgando as transmissões que serão realizadas no seu perfil do Instagram (@livrosporlivia).

A Gazeta integra o

Saiba mais
Fique bem cultura Literatura

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.