Com novo visual, Seu Jorge anuncia as novidades para 2021

Em seu Instagram, o ator e cantor publicou um texto em que fala sobre projetos de música, três filmes, série na Netflix, casa nova e visual cheio de charme, com os cabelos e barba ruivos

Publicado em 22/01/2021 às 15h35
Atualizado em 22/01/2021 às 15h35
Seu Jorge aparece com novo visual, de barba e cabelos ruivos
Seu Jorge aparece com novo visual, de barba e cabelos ruivos. Crédito: Reprodução/Instagram @seujorge

O ano começou cheio de novidades para Seu Jorge, com projetos de música, três filmes, série na Netflix, casa nova e visual cheio de charme, com os cabelos e barba ruivos. O ator e cantor publicou no seu Instagram um "textão" sobre o que vem em 2021. "Muito bom dia a todos aqui. Amigos, fãs e queridos seguidores dessa humildade página! Vocês devem estar se perguntando... O que será que o Black Service está preparando para esse ano? Bom, fico feliz que vocês fizeram essa pergunta. Vamos lá!", começou Seu Jorge.

As produções cinematográficas são os destaques. "Esse ano, uma das minhas maiores expectativas com certeza é o lançamento nas salas de cinema da produção cinematográfica de Marighella, filme dirigido por Wagner Moura", contou o protagonista. O filme foi rodado em 2017 e teve sua estreia adiada primeiro por questões com a Ancine e depois por conta da pandemia de covid-19. O longa foi exibido no Festival de Berlim 2019 e aplaudido de pé pelo público. A crítica internacional também elogiou o filme, que tem previsão para estrear em 14 de abril.

"Outra produção que também me orgulho muito de ter participado é o filme Medida Provisória, dirigido por Lázaro Ramos", disse o ator. O thriller político foi filmado em 2019 e é uma adaptação da peça Namíbia, Não!, de Aldri Anunciação. O elenco é liderado por Taís Araújo, Seu Jorge e Alfred Enoch, e ainda conta com a participação de Renata Sorrah, Adriana Esteves, Mariana Xavier, e Emicida, entre outros. A produção ganhou o prêmio de melhor roteiro no Indie Memphis Film Festival e deveria ter estreado no Festival SXSW, no Texas (EUA), mas o evento foi cancelado. A previsão de estreia é para o primeiro semestre deste ano.

Ainda sobre cinema, Seu Jorge continua: "sem contar que também espero ansiosamente por outra produção, que com certeza vai emocionar o público brasileiro, que é o filme Pixinguinha um Homem Carinhoso, dirigido por Denise Saraceni", escreveu sobre a produção de 2017.

"Não posso esquecer que a partir de março desse ano, começam as preparações da segunda temporada da série da Netflix Irmandade de Pedro Morelli", lembra o ator. Na série de sucesso, Seu Jorge está no centro da trama como Edson, o líder de uma facção criminosa que comanda da prisão. O ator Emílio de Mello, estrela da série Psi (HBO), será o antagonista da nova temporada.

Na música, Seu Jorge anuncia a produção de dois álbuns, que segundo ele, "se diferenciam na sua proposta, mas com um repertório que acredito ser aquilo que gostaria de publicar para vocês nesse momento".

"O primeiro, The Other Side, álbum com 11 faixas que dei início em 2009 e finalizei em março de 2019, produzido por mim e meu grande amigo e irmão Mário Caldato Jr.", conta. Já o segundo, ele diz que é para depois da pandemia: "Baile Ala Baiana" (...) Um álbum de festa com batida suingada de Afro-Pop Brasil e muito divertido em seus temas também".

Também para depois da pandemia, vem a tão aguardada volta dos shows. "Um dos shows mais esperados para quando reabrir é o show dos 'Irmãos' Alexandre Pires & Seu Jorge", disse. O outro, por enquanto e´ segredo", finalizou o cantor e ator.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.